Personagens históricas já animam o Castelo de Silves

Aves de rapina, momentos de dança do ventre e conversas com guias «mouros» e «cristãos» são as propostas diárias que a autarquia de Silves disponibiliza para aumentar as visitas ao monumento.

A partir desta semana, quem chegar ao Castelo de Silves será recebido pelo rei mouro e poeta Al-Mu’tamid, ou então pelo monarca cristão D. Sancho I, Rei de Portugal, de Silves e do Algarve. Entrar neste monumento será, portanto, uma renovada experiência, com novas dinâmicas e performances interativas a decorrer durante todo o ano, duas vezes ao dia – às 12h00 e às 15h30 – com duas atuações simultâneas: dança do ventre e uma demonstração de águias.

Os visitantes terão ainda a oportunidade de ser conduzidos numa «visita guiada» pelos olhares diferenciados destes dois protagonistas da história. «As muralhas muito teriam para contar e esta foi a forma que encontrámos para dar voz a este nosso património», explicou ao «barlavento» Rosa Palma, presidente da Câmara Municipal de Silves, sublinhando que o Castelo de Silves é o segundo monumento mais visitado da região algarvia.

«Aqui, a presença e a ocupação árabe durou muito tempo e isso é o que nos diferencia, em termos históricos, das outras localidades», frisou. Por isso, os visitantes terão ao seu dispor duas perspetivas diferentes: a muçulmana e a cristã, que tomou de assalto esta fortaleza ao amanhecer do dia 21 de julho de 1189.

Esta iniciativa do município é dinamizada pela empresa «Cavaleiros do Tempo», especializada desde 1999 em visitas guiadas de carácter histórico, e participação e organização de eventos temáticos com cavalos, combates apeados e falcoaria. Olivier Bidault, 55 anos, é o responsável pela companhia, distinguida em Itália com o prémio de «melhor espetáculo medieval».

«Fomos os primeiros em Portugal a fazer feiras medievais. Não há nenhuma feira no país onde não estejamos presentes», referiu Bidault. Sobre a nova performance a instalar no Castelo de Silves, sublinha que é totalmente gratuita e que, durante a antestreia ao longo dos últimos dias, o «feedback tem sido ótimo». Em paralelo, em mais uma iniciativa para dinamizar o potencial histórico local, a autarca de Silves em breve irá anunciar novidades no Museu de Arqueologia. «Um pouco por toda a cidade espalhámos imagens dos nossos importantes achados, de forma a que quem passeia pelas ruas de Silves possa deslumbrar-se com os nossos tesouros».


Nota da direção: esta notícia foi objeto de um pedido de direito de resposta por parte da companhia de teatro Viv’Arte que pode ser lido aqui.

Categorias
Cultura


Relacionado com: