São Brás de Alportel investe na manutenção das piscinas

A autarquia sambrazense destinou quase 9 mil euros à renovação da infraestrutura desportiva.

O município de São Brás de Alportel prossegue os trabalhos de manutenção do Parque Desportivo, uma «prioridade assumida pela autarquia para assegurar a segurança e qualidade das instalações desportivas, com o intuito de promover a prática desportiva na comunidade sambrazense, essencial na defesa da sua saúde», explica a autarquia.

Uma das fases deste programa de obras incidiu sobre o edifício das Piscinas Municipais Cobertas, que cumpriu, no passado mês de novembro, 10 anos de existência.

Os trabalhos tiveram início durante a interrupção de funcionamento no final do ano e prosseguem durante o mês de janeiro, sem impedir o regular funcionamento daquela infraestrutura

«A intervenção consiste na substituição dos filtros de areia do tanque pequeno, instalação de novos controladores de cloro e manutenção nas condutas do sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado, entre outras intervenções de manutenção e limpeza por administração direta», revelou a Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

Para a realização desta obra, o executivo sambrazense colocou uma verba próxima dos 9 mil euros, um investimento «muito significativo que vem somar-se a um conjunto de trabalhos de manutenção realizados anualmente, como é o caso da instalação do equipamento de aquecimento a pellets, no âmbito dos objetivos de eficiência, poupança energética e melhoria da sustentabilidade ambiental, melhoria na rede de águas dos balneários, arranjos dos espaços verdes exteriores e outros trabalhos gerais de manutenção».

Para este equipamento integrado no Parque Desportivo e de Lazer de São Brás de Alportel estão ainda previstas novas intervenções para o próximo verão, como é o caso da substituição dos filtros de areia do tanque grande.

«Operações programadas e que o município procura realizar, sempre que possível, nos períodos de interrupção do funcionamento dos equipamentos desportivos para evitar incómodos aos seus utilizadores, mas que são essenciais para valorizar a infraestrutura e proporcionar a longevidade da sua utilização com as melhores condições para os utentes».

Categorias
Regional


Relacionado com: