Polícia Marítima de Olhão interceta ladrão de barcos

O suspeito furtava as embarcações para utilizar em atividades ilícitas e depois abandonava-as.

No seguimento de denúncias referentes ao furto de embarcações que seriam utilizadas em atividades ilícitas da pesca e, posteriormente, abandonadas, o comando-local da Polícia Marítima de Olhão levou a cabo várias diligências de investigação que culminaram na interceção e identificação de um indivíduo, com cerca de 40 anos, na madrugada de hoje.

O suspeito, já referenciado por comportamentos deste tipo, «foi abordado por uma equipa da Polícia Marítima quando se encontrava a governar uma embarcação de recreio no interior da doca de pesca de Olhão, não possuindo documentação da mesma».

«Os indícios constatados e a suspeita já existente determinaram a realização de diligências com vista ao contacto com o proprietário da embarcação, a fim de confirmar a veracidade da cedência de utilização, tendo confirmado que esta estava a ser utilizada sem a sua autorização», explicou a autoridade.

«O indivíduo foi conduzido às instalações policiais e foi retida a embarcação, tendo sido entregue ao proprietário». Este não apresentou queixa imediata, pelo que o suspeito foi identificado e elabora o respetivo expediente para comunicação ao Ministério Público.

Categorias
Regional


Relacionado com: