Maria do Céu Cunha Rêgo recebe Prémio Maria Barroso a 27 de março em Lagoa

A secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, vem a Lagoa no na quarta-feira, dia 27 de março, para entregar o Prémio Maria Barroso, a Maria do Céu Cunha Rêgo, numa cerimónia que contará também com a presença do presidente da Câmara Municipal Francisco Martins. A sessão pública terá lugar no Convento de São José às 18h00.

Este momento relevante no contexto das políticas públicas de Lagoa para promoção da igualdade e da cidadania, esteve anteriormente agendado para 8 de março, tendo sido adiado por questões técnicas ao nível do circuito elétrico que implicaram a impossibilidade de utilização de vários equipamentos no Auditório Carlos do Carmo.

Maria do Céu Cunha Rêgo é a distinguida nesta primeira edição do Prémio Maria Barroso, pelo seu «seu relevante contributo no desempenho da sua atividade profissional e cívica no domínio da igualdade de género».

Do vasto percurso da galardoada, o júri deste Prémio destacou «a forte influência na introdução na agenda nacional e europeia das matérias associadas à conciliação trabalho/família e vida privada».

Maria do Céu Cunha Rêgo nasceu em Elvas, em 1950, e formou-se em direito em 1973. Foi secretária de estado para a igualdade no Governo de António Guterres. Foi presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, vice-presidente da Comissão para a Igualdade e para os Direitos das Mulheres, membro do conselho de administração do Instituto Europeu para a Igualdade de Género. Mantém atualmente uma participação ativa ao nível da academia e da vida pública em geral.

A atribuição bianual do Prémio Maria Barroso, criado pelo município de Lagoa em 2018, destina-se a distinguir pessoas ou instituições vivas, com «uma intervenção particularmente relevante para a eliminação de estereótipos, para a construção social da igualdade, da cidadania e da não discriminação».

Rosa Monteiro, atual secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, desloca-se a Lagoa para entregar a Maria do Céu Cunha Rêgo o Prémio Maria Barroso, a que está associado o valor de 30 mil euros. No próximo Dia Internacional da Mulher, 8 de março 2020, deverão ser abertas as candidaturas para a próxima edição do Prémio Maria Barroso, a entregar em 2021.

Esta sessão pública conta ainda com a presença do presidente da Câmara de Lagoa, Francisco Martins, que assume o pelouro municipal da Igualdade de Género e cidadania, dos membros do júri, entre outras personalidades. Na mesma ocasião serão conhecidas as candidaturas concorrentes à primeira edição do Prémio Maria Barroso.

Integraram o júri deste primeiro Prémio Maria Barroso Francisco Martins, na qualidade de presidente; Manuel Cabral, administrador do Grupo Vila Vita Parc e copatrocinador do prémio; Teresa Fragoso, presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género; Isabel Barroso Soares, em representação da família de Maria Barroso; Anália Torres, professora catedrática de sociologia no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa; Clara de Jesus, consultora e peita m Igualdade de Género; Virgínia Ferreira, professora da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, doutorada em sociologia.

Categorias
Regional


Relacionado com: