Escolas de Olhão distinguidas por ministra do Mar

A ministra do Mar Ana Paula Vitorino deslocou-se a Olhão, na sexta-feira, 13 de abril, para conhecer de perto os projetos desenvolvidos pelo Agrupamento de Escolas João da Rosa no âmbito da defesa do ambiente. O agrupamento já tinha recebido o galardão Escola Azul, que premia as escolas que trabalham o oceano. No caso da Escola João da Rosa, o projeto foi desenvolvido em torno da proteção das pradarias marinhas da Ria Formosa e do cavalo-marinho, símbolo desta zona protegida, e uma espécie cujo habitat e preservação estão em risco.

O galardão Escola Azul foi descerrado por Ana Paula Vitorino na escola-sede do agrupamento. A governante visitou, ainda, a EB1/JI Nº6, e teve oportunidade de assistir a uma atividade desenvolvida pelos alunos da EB1 de Marim na sede do Parque Natural da Ria Formosa, onde os mais pequenos se debruçaram sobre a importância da preservação das pradarias de ervas marinhas, «redutos de biodiversidade importantíssimos em termos de fixação do carbono atmosférico e controlo da erosão costeira, e ‘casa’ dos cavalos-marinhos», conforme explicou o professor responsável pelo projeto Escola Azul no Agrupamento João da Rosa, Nuno Magalhães.

Para a ministra do Mar, foi «uma honra para Portugal contar com escolas onde há professores e funcionários que se dedicam à criação de gerações oceânicas, não gerações que saibam usar muito bem telemóveis, mas gerações que saibam dar ao mar o valor que ele tem».

Já o presidente da Câmara Municipal de Olhão António Miguel Pina manifestou o apoio incondicional, pois «as crianças passam grande parte dos dias na escola, e parte desse tempo terá que ser dedicado ao desenvolvimento de melhores cidadão, defensores da natureza, homens e mulheres mais conscientes da necessidade da defesa do ambiente».

Categorias
Regional


Relacionado com: