Bárbara do Amaral Correia é a nova presidente da JSD Algarve

A nova dirigente da juventude partidária fez questão de transmitir «a importância de continuar a colocar o Algarve na agenda política, seja a nível local, regional ou nacional, algo tantas vezes esquecido pelo atual governo de António Costa».
Foto: Alberto Cortez

Bárbara do Amaral Correia, 26 anos, deputada municipal no concelho de Loulé, licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e advogada de profissão, é a nova presidente da Comissão Política Distrital (CPD) da JSD Algarve .

Ainda na sequência das eleições que se realizaram no dia 5 de janeiro, sábado, no IV Congresso Distrital da JSD do Algarve, em Portimão, Miguel da Encarnação foi eleito o novo presidente da Mesa do Congresso Distrital da JSD Algarve.

A sessão de abertura contou com a presença de Carlos Gouveia Martins, presidente do Partido Social Democrata da secção de Portimão, na qualidade de anfitrião, assim como de Margarida Balseiro Lopes, Presidente da Comissão Política Nacional da JSD.

Durante o período de trabalhos da manhã, foi realizado o balanço do trabalho da Comissão Política Distrital da JSD Algarve cessante liderada por Carlos Gouveia Martins.

Após a intervenção deste dirigente, seguiu-se um momento de intervenções/homenagens dirigidas ao mesmo, por parte de vários elementos pertencentes à cessante Comissão Política Distrital, onde foi enaltecido «o seu carácter, o seu exemplo de liderança e a sua entrega, durante 18 anos consecutivos, à JSD».

Após a pausa para almoço, foram apresentadas as Moções Sectoriais, depois debatidas e levadas a votação, que abordaram temáticas como a regionalização, a mobilidade dos jovens e as políticas de proximidade, sendo amplamente discutidas e todas elas aprovadas por unanimidade por parte dos congressistas.

Posteriormente, Bárbara do Amaral Correia apresentou a Moção de Estratégia Global para o biénio 2019-2021, intitulada «Concelho a Concelho: Algarve Primeiro».

A agora presidente da JSD Distrital do Algarve abordou temas como a comunicação, a educação, a agricultura, a mobilidade, a formação cívica, o desporto, a cultura e a saúde, reforçando «a importância de trazer os jovens para a política», porque «a política deve ser o reflexo da sua sociedade e não o contrário. Quadros envelhecidos, com uma rigidez notória perante a mudança, não são o caminho que queremos percorrer», afirmou a nova dirigente da JSD Algarve.

A criação de um Gabinete da Saúde, da Educação, da Cultura e do Desporto, «para que existam grupos de trabalho especializados e focados em áreas específicas», bem como a criação de um novo website da JSD Algarve foram algumas das novidades apresentadas.

Foi ainda feita uma homenagem ao presidente cessante da JSD Algarve, Carlos Gouveia Martins, que viu alterado o nome «Formar Algarve», da primeira academia de formação, criada por este, no Algarve, para «Academia Carlos Gouveia Martins».

Para Bárbara do Amaral Correia «as homenagens devem ser feitas em vida, para que as pessoas sintam e vivam o reconhecimento do seu trabalho. O Carlos merece este reconhecimento por parte daquela que será sempre a sua estrutura. Homenageamos, assim, o melhor Presidente da JSD/Algarve, cuja capacidade de sonhar, de concretizar e de liderança coletiva é reconhecida por todos».

Sem esquecer os processos eleitorais – Eleições Europeias e Eleições Legislativas -, Bárbara do Amaral Correia assumiu como prioridade «a reativação das concelhias, de forma a aproximar a JSD Algarve dos jovens algarvios».

A sessão de Encerramento contou ainda com o discurso de despedida do presidente cessante da JSD Algarve, Carlos Gouveia Martins (eleito, neste Congresso, como militante honorário da região algarvia para a JSD), com a presença de Bruno Inácio, ex-presidente da JSD Algarve entre 2010 e 2012, e também com a presença de Fernando Negrão, líder de bancada do Partido Social Democrata.

Entre agradecimentos e diretrizes sobre o percurso que agora se inicia, Bárbara do Amaral Correia fez questão de transmitir «a importância de continuar a colocar o Algarve na agenda política, seja a nível local, regional ou nacional, algo tantas vezes esquecido pelo atual governo de António Costa».

Categorias
Política
Últimas


Relacionado com: