UAlg recebe a «competição formativa mais aguardada do ano» sobre agronomia

O mote da 4ª edição das «24H Agricultura Syngenta» é a «Agricultura Circular».

Cerca de 150 estudantes vão disputar a «competição formativa mais aguardada do ano», nos dias 6 e 7 de Abril de 2019, na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve e na Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve, em Faro. As inscrições para a 4ª edição das «24H Agricultura Syngenta» estão oficialmente abertas.

Organizada sob orientação científica e pedagógica da Associação Portuguesa de Horticultura (APH), esta competição decorre durante 24 horas consecutivas, submetendo os estudantes a provas teóricas e práticas de campo. O mote da 4ª edição das «24H Agricultura Syngenta» é a «Agricultura Circular».

«Este evento da APH pretende demonstrar as competências exigidas aos profissionais no mundo moderno», explica a organização. Esta competição formativa é destinada a alunos do ensino superior agrário de Portugal e Espanha, sendo também admitidas um máximo de 3 equipas de estudantes de ensino profissional das áreas de ciências agrárias, com vista a porem à prova os seus conhecimentos, atitudes e competências, ajudando-os na transição para a vida profissional.

Os temas das provas são diversos, desde a qualidade da pulverização, condução e calibração de máquinas e alfaias agrícolas, dimensionamento de sistemas de rega, cálculos diversos para aplicação de fatores de produção, planos de gestão empresarial, entre muitas outras.

Esta edição das «24H Agricultura Syngenta» propõe também aos futuros agrónomos desenvolver provas que visam aumentar o conhecimento teórico sobre os princípios da «Agricultura Circular», contribuir para o contacto direto dos estudantes com projetos e empresas que colocam em prática a «Agricultura Circular», e incentivar o desenvolvimento de modelos de negócio de economia circular aplicada à Agricultura.

A oportunidade do tema surge a propósito da adoção, pela Comissão Europeia, em Dezembro de 2015, de um Plano de Ação para a economia circular, visando estimular a transição da Europa para esta. Também o Governo de Portugal apresentou, em Junho de 2018, o Plano de Ação para a economia circular (PAEC), alinhado com as políticas europeias.

São parceiros da APH na organização do evento a IAAS Portugal- Associação Internacional de Estudantes de Agricultura e Ciências Relacionadas e a SFORI, empresa de formação experiencial.

Para a Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade do Algarve, receber esta competição formativa significa «o reconhecimento da APH pela importância do sector hortofrutícola da região do Algarve na economia regional e nacional. Esta competição permite a troca de experiências entre os futuros técnicos agrícolas de todo o país, possibilitando o contato dos mesmos, num ambiente de competição salutar, com os exercícios da profissão que escolheram». Os anfitriões reconhecem ainda «a consolidação deste evento, a nível nacional, como uma das principais atividades extracurriculares dos estudantes das ciências agrárias».

Será «com agrado que a FCT irá receber esta competição, contando com o apoio, em especial, dos docentes e alunos do curso de Agronomia, incluindo-se a IAAS-Algarve», refere Carlos Guerreiro, vice-presidente da FCT-UAlg.

Categorias
Ambiente


Relacionado com: