PSD considera «inaceitável» situação da EN 125 a Sotavento

Os deputados do Partido Social Democrata (PSD) eleitos pelo Algarve José Carlos Barros e Cristóvão Norte, questionaram o ministro da Administração Interna, esta segunda-feira, 19 de março, sobre as condições de segurança rodoviária da Estrada Nacional (EN) 125 no troço compreendido entre Olhão e Vila Real de Santo António.

De acordo com os parlamentares, «a situação é inaceitável e a benevolência com o governo, neste domínio, por parte do Partido Socialista (PS) e das forças partidárias que lhe dão suporte parlamentar (Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português, nomeadamente), é absolutamente incompreensível».

Em nota enviada à imprensa, o deputado Cristóvão Norte considera que «as condições de insegurança rodoviária do troço em referência, de facto, atingiram patamares inaceitáveis, encontrando-se a via, em algumas zonas deste troço, praticamente intransitável».

Ainda de acordo com os deputados do PSD, «o adiamento sucessivo de quaisquer intervenções de manutenção e requalificação – não obstante sucessivos anúncios e promessas e a aprovação de três Orçamentos do Estado ao longo da presente legislatura –, determinou a existência de situações de gravidade extrema do ponto de vista da segurança».

A justificação para a interpelação do ministro da Administração Interna «prende-se com o entendimento de que, face à inação do Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, as questões, neste momento, se colocam já, com especial ênfase, ao nível da segurança rodoviária. Nestes termos, os deputados do PSD exigem a adoção de medidas urgentes, responsabilizando o Ministério da Administração Interna pelas questões de segurança associadas à circulação rodoviária no troço em apreço».

Categorias
Destaque


Relacionado com: