Portimonense sem pedalada para o Dragão perde por 0-3

Os algarvios acumularam a terceira derrota consecutiva, e no pior dos cenários, podem terminar a jornada muito perto da zona de despromoção.

O Portimonense recebeu o FC Porto e somou nova derrota, a terceira consecutiva, em jogo a contar para a 29ª jornada da Liga NOS, disputado hoje, sábado, 13 de abril, no Portimão Estádio.

De um lado, a equipa algarvia queria atingir os 35 pontos, meta geralmente suficiente para a manutenção. Do outro, o FC Porto em perseguição cerrada ao Benfica, sem poder perder pontos.

Num relvado de aspeto fantástico e com as bancadas cheias, os «azuis e brancos» entraram melhor. Logo aos 15 minutos, Corona lançou Marega em profundidade, o maliano galgou metros e cruzou atrasado para Brahimi, que atirou rasteiro e a contar. Estava feito o 0-1 para os «dragões».

O Portimonense respondeu aos 20 minutos – Lucas Fernandes bateu um canto e Soares quase marcou na própria baliza. A bola, no entanto, esbarrou no poste. Aos 30 minutos foi Aylton Boa Morte a ameaçar – Tirou Pepe do caminho e atirou em arco, desde a esquerda do ataque algarvio. A bola saiu por cima, muito perto da barra.

Os esforços algarvios foram infrutíferos nesta primeira metade, e o resultado de 0-1 ao intervalo fazia jus ao sentido de jogo – os portistas tinham mais bola, e colocavam constantemente os alvinegros em sentido com as rápidas saídas de Marega e a combatividade de Soares, que iam, no entanto, pecando na definição dos lances.

No regresso dos balneários o primeiro sinal de perigo voltou a ser do Porto: Aos 49 minutos, Marega apareceu em boa posição e visou a baliza algarvia, mas Ricardo Ferreira sacudiu o perigo com uma boa intervenção.

Respondeu o Portimonense aos 51 minutos, com Tabata a rematar por cima após um mau alívio da defensiva «azul e branca». Depois, à passagem do minuto 57, foram os «dragões» a criar perigo por intermédio de Soares, que cabeceou ao lado após canto cobrado por Corona.

O KO portimonense chegou aos 73 minutos. Alex Telles teve espaço para subir no terreno e com uma excelente abertura isolou Marega, que na cara de Ricardo Ferreira fez o 0-2 e sentenciou a partida, para gáudio dos milhares de adeptos dos «azuis e brancos» presentes nas bancadas do Municipal de Portimão.

O Portimonense ainda havia de assustar a baliza de Iker Casillas, quando Ruster, aos 82 minutos, apareceu solto à entrada da área e rematou a rasar a trave.

O Porto agudizou ainda mais a derrota alvinegra, já para lá dos 90 minutos – Bruno Costa marcou um canto pela esquerda, Éder Militão cabeceou para boa defesa de Ricardo Ferreira mas Herrera aproveitou a recarga, e fez o 0-3.

Com esta derrota o Portimonense mantém os 32 pontos e continua, à condição, no 10º lugar da tabela classificativa. Na próxima jornada, a 30ª da Liga NOS, os homens de Portimão deslocam-se a Setúbal para defrontar o Vitória Futebol Clube, em partida a disputar na sexta-feira, 19 de abril, às 15h30.

Portimonense vs FC Porto

Portimão Estádio, Portimão

Portimonense – Ricardo Ferreira, Tormena, Lucas Possignolo, Jadson, Rúben Fernandes (Henrique, 12 min), Pedro Sá, Dener, Lucas Fernandes (Wellington, 70 min), Aylton Boa Morte, Bruno Tabata (Ruster, 77 min), Jackson Martinez.

Treinador: António Folha

Suplentes não utilizados: Leo Navacchio, Felipe Macedo, Hackman, Bruno Reis.

FC Porto – Iker Casillas, Manafá, Éder Militão, Pepe, Alex Telles, Danilo Pereira, Herrera, Corona (Otávio, 59 min), Brahimi (Bruno Costa, 82 min), Marega, Soares (Fernando Andrade, 64 min).

Treinador: Sérgio Conceição.

Suplentes não utilizados: Vaná, Maxi Pereira, Mbemba, André Pereira.

Árbitro: Fábio Veríssimo (VAR: Luís Godinho / Rui Teixeira)

Golos: Brahimi (15 min), Marega (73 min), Herrera (90 min).
Amarelos: Lucas Fernandes (34 min), Manafá (50 min), Dener (57 min), Jackson Martinez (62 min), Aylton Boa Morte (65 min), Pepe (86 min).

Categorias
Destaque


Relacionado com: