Médico interno do CHUA ganha estágio único da Sociedade Europeia de Coloproctologia

Miguel Cunha, interno do último ano da formação específica de cirurgia geral no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) conquistou a única vaga anual para um fellowship (estágio) de seis meses da Sociedade Europeia de Coloproctologia (ESCP).

O concurso a este fellowship, promovido e acreditado pela ESCP, é aberto a profissionais de todo o mundo, sendo a candidatura feita por currículo, onde é considerada a experiência cirúrgica, científica e projetos realizados na área da investigação.

Para concorrer a esta vaga é necessário ter pelo menos cinco anos de experiência em cirurgia geral com a valência de cirurgia colorretal e destina-se a internos no final do internato ou recém-especialistas.

Miguel Cunha.

Após a sua seleção Miguel Cunha escolheu o Hospital del Mar, em Barcelona, onde se encontra a realizar este fellowship desde o início do mês de Março, porque «gostava de desenvolver ainda mais a cirurgia colorretal minimamente invasiva por via laparoscópica», mas também por ser um centro muito ligado à investigação.

Natural de Coimbra, e tendo feito o seu percurso académico em Lisboa, Miguel Cunha teria tido oportunidade de fazer o seu internato num destes grandes centros mas escolheu a unidade de Portimão, do CHUA, porque considera que o melhor sítio para «crescer no que toca à cirurgia geral será um hospital periférico. Vim à procura de uma oportunidade e encontrei um mar cheio de oportunidades. Desde o início que tenho estado mais ligado à cirurgia colorretal, mas estou a fazer o internato de cirurgia geral e tenho tentado aproveitar todas as valências», explica o médico.

Após o estágio a decorrer em Barcelona até agosto, o médico Miguel Cunha regressará ao CHUA para concluir o internato.

Categorias
Destaque


Relacionado com: