Festa do Basquetebol de Albufeira junta quase 3 mil euros para solidariedade

Além desta medida de apoio proveniente do evento desportivo, o CASA anunciou também que irá ter cinco médicos nas ruas de Albufeira a ajudar os sem-abrigo da cidade.

A Festa do Basquetebol de Albufeira é um dos maiores eventos de desporto juvenil do Algarve e uma tradição das férias escolares da Páscoa nesta cidade algarvia. O evento decorre até amanhã, terça feira, dia 16 de abril, e este ano juntou 1426 participantes oriundos de todo o continente e ilhas, entre jovens jogadores, equipas técnicas e staff vário. Todos doaram dois euros para efetivar a inscrição e hoje, segunda-feira, 15 de abril, o presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), Manuel Fernandes, entregou um cheque de 2852 euros ao Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA) de Albufeira.

A coordenadora e voluntária do CASA em Albufeira, Sónia Pinto, expressou ao «barlavento» o seu «agradecimento por este donativo «precioso». Ao nosso jornal, explicou que este donativo será aplicado em material diverso para ajudar nas refeições dadas aos que usufruem do apoio da instituição, bem como para pagamento das despesas normais e decorrentes do funcionamento do espaço onde desenvolvem a atividade, numa altura em que o número de sem-abrigo na cidade algarvia «tem aumentado».

José Carlos Rolo e Manuel Fernandes com as representantes do CASA.

O CASA de Albufeira tem ainda uma nova vertente de ajuda aos mais carenciados prestes a sair para as ruas da cidade – quatro médicas e um médico, quase todos com experiência de INEM, «o que significa que fazem trabalhos de enfermagem também», o que é uma «enorme vantagem» neste contexto. Estes profissionais de saúde vão trabalhar em regime de voluntariado.

O presidente da FPB, órgão máximo do basquetebol português, Manuel Fernandes, portava uma «satisfação enorme» por poder ajudar, de alguma forma, esta causa social. Além de proporcionar momentos «de intenso convívio e de grande diversão desportiva», esta Festa do Basquetebol também pretendia «desafiar a atitude solidária» destes jovens com idades entre os 14 e os 16 anos, porque uma modalidade de referência «tem de se pautar por valores». O objetivo foi conseguido, e o dirigente espera que esta ajuda «contribua para que o CASA continue a desenvolver o seu meritório trabalho».

A instituição funciona em instalações cedidas pelo município, e José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, admitiu que «começam a ser reduzidas para o trabalho enorme que tem tido». Parabenizando a FPB por esta «ideia solidária», o autarca afirmou que estas iniciativas inseridas na prática desportiva são a melhor forma de «transmitir valores aos mais jovens, pois respeitam imenso os agentes desportivos como os treinadores, muitas vezes até mais que os pais».

Manuel Fernandes, Sónia Pinto, José Carlos Rolo e Ana Pífaro.

O edil albufeirense, acompanhado pela vice-presidente da autarquia Ana Pífaro, repetiu ainda um apelo ao governo que já fez em diversas ocasiões anteriores – a criação de um estatuto de voluntário. «A sociedade não existe sem voluntariado, e ainda há muita ignorância sobre o tema», explanou Rolo, acrescentando que «é importante reconhecer e incentivar aqueles que ajudam. O reconhecimento é sempre muito importante».

Sónia Pinto, do CASA, aproveitou ainda a ocasião para fazer um alerta à necessidade de voluntários que este núcleo de ajuda social tem, uma vez que se encontra a funcionar «no limite» das suas capacidades, a servir cerca de 60 refeições por dia. No caso das equipas de rua, os interessados passam por um período «de formação», e só depois saem para a rua. Mas também existe necessidade de pessoal para fazer trabalho nas instalações do CASA, às terças e quartas.

«O nosso trabalho não começou de forma fácil. Começámos por ir em carros particulares levar comida às ruas. Ao fim de quase dois anos já conseguimos conquistar a confiança deles, até já desabafam connosco», concluiu Sónia Pinto, rematando que «o nosso projeto não é apenas servir refeições – é também criar laços de proximidade».

Fotografias – João Chambino | Barlavento

Categorias
Destaque


Relacionado com: