Portimonense perde por 3-2 em Tondela depois de estar a vencer por dois golos

Os algarvios até foram para o intervalo a vencer, mas na segunda parte aconteceu o descalabro total - o Tondela deu a volta ao jogo, e provocou o terceiro jogo seguido sem vencer aos alvinegros.
Fotografia: Portimonense SC

O Portimonense deslocou-se a Tondela em partida a contar para a 28ª jornada da Liga NOS hoje, segunda-feira, 8 de abril, onde averbou a segunda derrota consecutiva no campeonato.

Frente a frente estavam duas equipas em realidades bem distintas: de um lado, o Tondela em zona de despromoção e a querer amealhar pontos para fugir aos lugares vermelhos. Do outro, um conjunto algarvio no meio da tabela e à procura de pontos para não se colocar em apuros.

Depois de um início dividido, o conjunto de Portimão aproveitou uma bola parada para abrir o marcador, aos 20 minutos. Paulinho cobrou um canto pela esquerda, Pedro Sá desviou ao primeiro poste e Jadson só teve de cabecear para a baliza escancarada. 0-1 para o Portimonense!

Aos 28 minutos, após uma enorme confusão na área tondelense, Dener ainda conseguiu visar a baliza defendida por Cláudio Ramos, mas este defendeu com dificuldade. O Tondela respondeu aos 30 minutos com um remate de fora da área de Joãozinho, a que Ricardo Ferreira se opôs com uma excelente intervenção.

Os homens da beira alta até subiram as linhas e fizeram recuar o Portimonense, mas foram novamente os algarvios a criar perigo numa saída rápida, ao minuto 37. Tabata, pela esquerda, obrigou Cláudio Ramos a defesa apertada.

O intervalo estava a chegar mas antes, já em período de compensação da etapa regulamentar, o Portimonense logrou o segundo golo! Paulinho cobrou um livro a uma distância ainda considerável da baliza, com a bola a assumir uma trajetória que traiu Cláudio Ramos, acabando no fundo das redes. 0-2 para os alvinegros e final da primeira parte, num resultado que se adequava ao que se ia passando em campo.

Os homens comandados por António Folha entraram, aparentemente, tranquilos na segunda parte, dando as despesas do jogo ao Tondela. E a equipa da casa até ia aproveitando – Xavier, aos 58 minutos, após um bom trabalho pela esquerda do seu ataque, rematou com muito perigo à baliza algarvia. Serviu de aviso para o que se passou ao minuto 64: Tomané no centro da área, fuzilou Ricardo Ferreira e reduziu o placard para 1-2.

Logo no minuto seguinte, Pedro Sá isolou Jackson Martinez, mas o colombiano adiantou demasiado a bola e deixou escapar uma excelente oportunidade para fazer o terceiro e matar o jogo. À passagem do minuto 70, novamente o Portimonense, com Aylton Boa Morte, após um contra-ataque, a rematar forte, para desvio do tondelense Jorge Fernandes, que salvou a sua equipa de sofrer.

O Tondela tentava o empate a todo o custo, mas o Portimonense, no contra-ataque, causava calafrios aos anfitriões. No entanto, aos 71 minutos, Pêpa lançou Pité em jogo, e o jogador levou consigo a inspiração para o golo da igualdade. Logo no minuto seguinte, o mesmo Pité matou no peito, com muita classe, um alívio da defensiva algarvia, ajeitando depois a bola sem a deixar cair no relvado, e rematando sem qualquer hipótese para Ricardo Ferreira. Que golo, este 2-2!

Mas o descalabro algarvio não ficou por aqui. Aos 85 minutos, após um canto pela esquerda do ataque do Tondela, Ricardo Ferreira ainda negou o primeiro intento de Tomané mas a bola sobrou para Ricardo Costa, e o veterano central não desperdiçou e disparou para o fundo das redes. 3-2 para os homens da casa, depois de, ao intervalo, o Portimonense estar a vencer por confortáveis dois golos de diferença.

Com este resultado, os alvinegros mantêm os mesmos 32 pontos e continuam no 9º lugar, somando o terceiro jogo seguido sem vencer. Na próxima jornada, a 29ª da Primeira Liga, o Portimonense terá o seu papel na renhida luta pelo título nacional – recebe o FC Porto no Portimão Estádio, no sábado, 13 de abril, às 18 horas.

Tondela vs Portimonense

Estádio João Cardoso, Tondela

Tondela – Cláudio Ramos, David Bruno (Pité, 71 min), Ricardo Costa, Jorge Fernandes, Joãozinho, João Pedro (Patrick Fernandes, 45 min), Bruno Monteiro, António Xavier, Juan Delgado (Sérgio Peña, 45 min), Murillo, Tomané.

Treinador: Pêpa

Suplentes não utilizados: Pedro Silva, Jaquité, Moufi, João Mendes.

Portimonense – Ricardo Ferreira, Hackman, Jadson, Lucas Possignolo, Rúben Fernandes, Pedro Sá, Dener (Wellington, 88 min), Paulinho, Lucas Fernandes (Tormena, 73 min), Bruno Tabata (Aylton Boa Morte, 66 min), Jackson Martinez.

Treinador: António Folha

Suplentes não utilizados: Léo Navacchio, Felipe Macedo, Henrique, Ruster.

Árbitro: Tiago Martins (VAR: André Narciso | AVAR: Rui Teixeira).

Golos: Jadson (20 min), Paulinho (45 min), Tomané (64 min), Pité (72 min), Ricardo Costa (85 min).

Amarelos: Rúben Fernandes (15 min), Hackman (39 min), Paulinho (55 min), Ricardo Ferreira (59 min), Murillo (90 min), Ricardo Costa (90 min).

Vermelhos: Ricardo Costa (vermelho direto aos 90 min).

Categorias
Desporto


Relacionado com: