Albufeira com exposição sobre a censura imposta pelo Estado Novo à cultura

Esta exposição pretende dar a conhecer o modo como a censura afetou não só a cultura, mas também a vida dos portugueses num modo geral, abordando, desta forma, um período crítico da nossa história (1936-1974).

«O Que Ficou por Dizer – A Censura na Cultura e nas Artes – 1936-1974» é o título da exposição que o Arquivo Histórico de Albufeira, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Autores, vai inaugurar no próximo dia 25 deste mês, no Espaço de Extensão Cultural do Arquivo Histórico albufeirense.

Esta exposição pretende dar a conhecer o modo como a censura afetou não só a cultura, mas também a vida dos portugueses num modo geral, abordando, desta forma, um período crítico da nossa história (1936-1974). A inauguração, a 25 de janeiro, vai contar com uma comunicação pela Professora Doutora Maria João Raminhos Duarte, Investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, cujo trabalho tem visado a ditadura e opressão que os algarvios sofreram durante a 2ª República.

«O Estado Novo, em nome dos interesses da ditadura, impôs aos portugueses um sistema caraterizado pela privação da liberdade de expressão, e esta mostra inclui textos, fotos e documentos, e tem secções dedicadas a todas as áreas da cultura que sofreram durante décadas a ingerência da censura», explica a organização.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 14h00. As visitas orientadas com marcação prévia, serão de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30, e para o efeito os interessados deverão contatar o Arquivo Histórico, pelo telefone 289 599 630 ou por e-mail.

Categorias
Cultura
Últimas


Relacionado com: