HPA estreita ligações com Angola no turismo de saúde e na cooperação técnico-científica

Uma comitiva de representantes dos Ministérios da Hotelaria e Turismo, do Interior e dos Transportes e Comunicação da República de Angola estiveram no passado fim-de-semana no Algarve. Vieram a convite pessoal do Grupo Hospital Particular do Algarve (HPA), no sentido de estabelecerem ligações na área do turismo médico e da cooperação formativa de quadros profissionais de saúde.

A visita iniciou-se no sábado, com uma receção e jantar no Tivoli Marina Hotel, em Vilamoura, cujos discursos de boas-vindas por parte do presidente do Conselho de Administração, Dr. João Bacalhau, e do diretor-geral do Instituto de Fomento Turístico de Angola, Dr. Eugénio Clemente, enalteceram esta excelente oportunidade de estreitar relações numa área onde o Hospital Particular tem um histórico e uma experiência de 20 anos. E que aliás já inclui o mercado angolano, concretamente no que diz respeito aos cuidados materno-infantis, cirurgia geral, ortopédica, oftalmológica ou estética.

No domingo de manhã, a comitiva visitou as instalações do Hospital Particular de Gambelas, onde teve a oportunidade de conhecer os diferentes departamentos e tecnologias que esta unidade oferece.

O itinerário terminou na sala de conferências com uma apresentação do Dr. Luís Miguel Farinha, diretor financeiro e administrador do Grupo HPA, cujos conteúdos focaram essencialmente a capacidade instalada da empresa e o seu desenvolvimento na área do Turismo de Saúde, nomeadamente a sua disponibilidade ao nível dos pacotes cirúrgicos, da estética, da medicina dentária e do check-up premium.

Na alocução final, Eugénio Clemente agradeceu a gentileza e o carinho com que toda a comitiva foi recebida, referindo estar surpreendido com a capacidade do HPA, a magnificência do Hospital de Gambelas e a tecnologia de ponta que lhe foi possível observar. No final do encontro, considerou que estão reunidas todas as condições para estreitar ligações entre o HPA e as instituições angolanas interessadas no desenvolvimento deste sector de atividade.

Dada a demonstração formativa e de investigação que o Grupo HPA tem apresentado nos últimos anos e, aproveitando a presença de um dos administradores da Clínica Girassol, ficou ainda evidenciada e agendada a possibilidade de parceria técnico-científica na área das ciências da saúde, concretamente na formação profissional pré e pós graduada.

Antes do almoço servido no jardim do Hospital de Gambelas, foi ainda proferida a mensagem de despedida por parte do responsável João Bacalhau, salientado que a génese e a motivação para criar o Hospital Particular do Algarve residiu no Turismo de Saúde.

Apesar do Grupo já ter um vasto trabalho desenvolvido e estruturado noutras áreas da prestação de cuidados, este nicho de mercado é uma motivação para continuar a aposta, cuja demonstração é a edificação do Hospital Particular da Madeira, em 2017 no Funchal.

Espaço «Saude» do Grupo Hospital Particular do Algarve

Categorias
Saúde


Relacionado com: