São Brás de Alportel vai finalmente tomar conta do Parque de Manobras

Era uma ambição já antiga da autarquia. Parque de Manobras, onde o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, IP realiza exames teóricos, foi motivo de acordo entre o referido instituto e o Município de São Brás de Alportel com vista à valorização do espaço exterior atualmente deteriorado e sem utilização.

Segundo informou autarquia hoje, dia 9 de novembro, o objetivo é desenvolver nos cerca de 20 mil metros quadrados da área, localizados na zona da Calçada, um espaço multidesportos, que integrará centro de apoio desporto de duas rodas, picadeiro municipal, e espaços comuns para as mais diversas modalidades.

Outro projeto de enorme relevância a criar neste local será o Centro Regional para a Formação de Bombeiros em Fogo Urbano, sendo o segundo no Algarve. O local servirá ainda para o desenvolvimento de outros projetos que se revelem de interesse para a comunidade.

Os projetos serão desenvolvidos em parceria com entidades especializadas como é o caso da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel e a Autoridade Nacional de Proteção Civil, a Federação Portuguesa de Ciclismo e as associações locais das mais diversas áreas.

O protocolo de cedência do terreno, a título gratuito por um período de 50 anos, foi assinado em 1999 pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel e pela, então designada, Direção Geral de Viação com vista à construção de um centro de exames e no espaço exterior uma escola de trânsito destinada à educação rodoviária das camadas mais jovens da população, sobretudo em idade escolar. Este protocolo integrou um projeto-piloto a nível nacional que levou à construção de 18 espaços com as mesmas características a nível nacional.

As infraestruturas foram construídas mas acabou por permanecer até aos dias de hoje apenas em funcionamento o edifício de exames teóricos, que o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, IP vai continuar a utilizar. No espaço exterior nada foi criado e dinamizado.

Perante o desaproveitamento do espaço exterior e a falta de manutenção, a autarquia iniciou desde há muito diligências que levaram à assinatura de uma adenda ao protocolo que vai permitir dinamizar o restante espaço e colocá-lo à disposição da população são-brasense com novas valências.

O município de São Brás de Alportel quer assim ser um exemplo a nível nacional utilizando as infraestruturas existentes e criando novas que irão dinamizar e dar nova vida a um equipamento com localização privilegiada, tendo sido o sentimento de ambas as partes que este processo irá incentivar outros municípios a optar pela mesma solução aos restantes Centros existentes em Portugal.

A adenda assinada por ambas as entidades e vai vigorar durante 25 anos, podendo cessar antecipadamente se denunciada por escrito com um ano de antecedência por ambas as partes.

Categorias
Regional


Relacionado com: