Pioneiras em nutrição canina dão conferência no Algarve

Nutrição para cães é um nicho ainda por explorar em Portugal. O Algarve acolhe para a semana uma conferência com especialistas pioneiras na área.

«Os cães também são aquilo que comem. A alimentação é algo inseparável da saúde e condiciona tanto o crescimento como a qualidade de vida de qualquer animal», assim se inicia o prólogo da obra pioneira em Portugal «ABCão: o livro de alimentação e bem-estar do seu cão» da autoria especialistas em nutrição animal Ana Teresa Peres (Médica Veterinária) e Joana Carido (Nutricionista Clínica). Juntas estarão pela primeira vez no Algarve, no dia 11 de novembro, pelas 9h30, para ministrar uma conferência no Hotel Dom José em Quarteira, onde explicarão como proporcionar uma alimentação completa, equilibrada e saudável bem como outras importantes dicas de bem-estar canino.

Em conferência serão abordadas diferentes temáticas, como «conceitos básicos de nutrição e de fisiologia do cão, os vários tipos possíveis de alimentação do cão desde a RAW (crua) até à ração. Ensinaremos a avaliar e comparar rótulos de ração, a calcular as necessidades do próprio cão para fazer alimentação natural, mostraremos como enriquecer a alimentação do cão e quais os alimentos proibidos, desmistificaremos algumas ideias e daremos algumas dicas uteis para o dia-a-dia, e claro, haverá sempre tempo para esclarecer as dúvidas de todos», explica.

De acordo com as autoras, ainda há muita falta de informação sobre nutrição aplicada a cães em Portugal «tanto da parte de quem compra como da parte de quem vende». «A maior parte das pessoas ainda está agarrada à ideia que só as rações é que são boas, que qualquer ração serve, principalmente aquelas que têm grandes anúncios nas televisões ou publicidades nos veterinários, e que quem fala em alimentação natural está a referir-se aos restos da comida», evidencia.

Desta forma, a ideia de escrever o livro surgiu também «de uma necessidade». «O Peter Pan, um dos meus cães, foi resgatado de uma situação de maus tratos muito grave num estado de caquexia, como principal consequência ficou uma intolerância total a alimentos processados. Há 6 anos, quando isto aconteceu, ainda não me dedicava à nutrição canina e era muito difícil encontrar informação sobre alimentação natural credível. Como sou nutricionista clinica é fácil para mim perceber quando a informação não está correta porque encontro incoerências técnicas, e porque tenho a sorte de ter uma excelente veterinária que acompanhou todo o processo e me ajudou a adaptar os meus conhecimentos e a filtrar informação. Entretanto comecei a dedicar-me ao estudo da nutrição canina e o livro acabou por ser uma forma de quebrar mitos, ajudar donos de cães a tornarem a vida dos seus animais mais saudável», explica a nutricionista clínica.

Embora a nutrição para cães já seja uma área bastante desenvolvida noutros países, em Portugal ainda permanece um nicho por explorar. Joana Carido refere que «é  impressionante como é fácil encontrar livros e revistas sobre nutrição do cão» principalmente em «países como o Canada, os EUA e a Austrália, em que até nos pequenos supermercados existem secções inteiras de alimentos frescos para cão».

Atualmente, em Portugal, uma nutricionista clinica com especialização na alimentação canina «além de ajudar quem pede, falar em conferências e escrever artigos, não pode fazer muito mais! Mas no resto do mundo, uma nutricionista canina, pode dar consultas de nutrição canina, avaliando a composição corporal do cão, calculando as suas necessidades nutricionais tendo em conta o seu estado fisiológico e a eventual presença de patologias e elaborando uma dieta».

No futuro, as autoras preparam-se para lançar um segundo livro, até porque «a ciência está sempre a evoluir e no caso das ciências da nutrição ainda mais assim o é». O novo projeto será «exclusivamente sobre alimentação e nutrição canina mas aprofundando os vários tipos de alimentação que existem e com a colaboração de vários veterinários nacionais e internacionais», revela.

A conferência em Quarteira destina-se sobretudo a proprietários de cães interessados em melhorar a alimentação dos seus cães, treinadores, tratadores, voluntários de abrigos, vendedores em lojas de animais, nutricionistas e veterinários e público em geral.

Esta iniciativa é patrocinada pelo Clube Português de Canicultura (CPC) e tem um custo de 10 euros. As inscrições são obrigatórias para [email protected].

Joana Carido é licenciada em Ciências da Nutrição e Mestre em Nutrição Clinica pela universidade do Porto. Fez diversos cursos e seminários de nutrição canina, alguns de comportamento, linguagem corporal e treino que «ajudam a conhecer melhor o cão e as necessidades dos donos, além de fazer voluntariado num abrigo em Lisboa desde 2009». É ainda Técnica de terapia assistida a cão pela escola Educan Madrid e nutricionista na empresa A Marmita do Cão.

Ana Teresa Peres é mestre em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária de Lisboa. Pós-graduada em Medicina Interna de Animais de Companhia, fez um estágio Intensivo em Medicina Interna no CHV- Frègis (Centro Hospitalar Veterinário de Referência em França) e várias formações nacionais e internacionais na mesma área. Atualmente trabalha como médica veterinária em clínica privada e encontra-se a concluir a licenciatura em Ciências Médicas pela Universidade de Lisboa.

Categorias
Regional


Relacionado com: