Pescadores lúdicos protestam no Rogil

A proibição da pesca de sargo no Parque Natural da Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano, que está em vigor até 15 de março, é uma das questões contra as quais os pescadores lúdicos se vão manifestar no próximo sábado, 4 de março, às 15 horas, no Largo 1º de Maio, no Rogil, em Aljezur.

Esta proibição apenas está em vigor para os pescadores lúdicos apeados, uma vez que, durante o defeso, continua a ser permitida tanto a pesca submarina, como a que é efetuada com recurso a embarcações.

«Este protesto tem, ainda, o objetivo de contestar a existência de áreas de restrição à pesca lúdica, nas zonas do Rogil (Aljezur), Cavaleiro (Odemira), e Porto Covo (Sines)», alerta a organização da manifestação. Outra das motivações para esta contestação é o número de quilogramas autorizado para a pesca de marisco.

Os pescadores são, assim, «a favor do aumento das quantidades autorizadas para a pesca de marisco». As Comissões de Pescadores e População da Costa Portuguesa, que promovem esta manifestação, quer lutar para que a portaria seja revista, permitindo a apanha de cinco quilos de ouriços-do-mar e mexilhão. No entanto, defendem ainda a implementação de um período de defeso.

Este é um tema que, ao longo dos anos, tem levado a que os pescadores se manifestem em diversas zonas da Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano.

Categorias
Regional


Relacionado com: