Já viu a nova bandeira nas praias?

Tiago Viana e Ricardo Neto, nadadores salvadores em Porto de Mós, Lagos.

Colocadas aos pares, nos areais das zonas concessionadas, as novas bandeiras delimitam «as zonas mais seguras e recomendadas para se tomar banho», ou seja, «as zonas com supervisão de nadadores salvadores», explicou ao «barlavento» o Patrão Mor Correia, adjunto do Capitão do Porto de Faro, da Autoridade Marítima Nacional. Também servem para «evitar alguns perigos comuns nas praias portuguesas como zonas rochosas, molhes, embarcações afundadas, agueiros, entre outros. Como são amovíveis, os nadadores salvadores podem mais facilmente posicioná-las», de acordo com as condições do mar, todos os dias, durante a época balnear.

«Antes existiam placas de sinalização em madeira, mas não eram práticas de instalar e mover», explica. E desde o último verão que «o novo sistema de sinalização já tinha vindo a ser implementado em algumas praias algarvias».

Contudo, a partir deste ano, são obrigatórias em toda a costa, e já estão a gerar curiosidade junto dos banhistas. O «barlavento» visitou a Unidade Balnear 2 da Praia de Porto de Mós, em Lagos, uma das muitas que já recorre a este tipo de sinalização. «Quase todos os dias nos questionam o que significam estas bandeiras. Nós explicamos que indicam a melhor zona para banhos nos limites desta praia», refere Ricardo Neto, um dos nadadores salvadores responsáveis pela supervisão da praia, em colaboração com o colega Tiago Viana.

Ao que o «barlavento» apurou este tipo de sinalização integra agora um padrão internacional, uma vez que já se encontra implantado em noutros países. Adota uma linguagem mais universal no que diz respeito ao sistema de identificação das orientações nas praias de todo o mundo.

Categorias
Regional


Relacionado com: