IP apresenta Projeto de Eletrificação da Linha do Algarve amanhã em Faro

A Infraestruturas de Portugal (IP) apresenta amanhã, sexta-feira, 6 de abril, às 17 horas na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR) do Algarve, uma apresentação pública do projeto de Eletrificação da Linha do Algarve que atualmente está em fase de desenvolvimento. Será dirigida pelo vice-presidente da IP, Carlos Fernandes, e decorrerá por ocasião da inauguração da exposição «160 anos do Caminho de Ferro em Portugal» que estará patente até 30 de maio, na Sala de Exposições da CCDR – Algarve.

O projeto de Eletrificação da Linha do Algarve caracteriza-se essencialmente pela eletrificação do troço entre Tunes e Lagos, com 45 quilómetros de extensão, e do troço entre Faro e Vila Real de Stº. António, com cerca de 56 quilómetros. Complementarmente, serão executados trabalhos de reforço e estabilização de taludes, de melhoria das condições de acesso ao transporte ferroviário nas plataformas de passageiros, e de reabilitação das obras de arte (pontes e viadutos), bem como de compatibilização dos sistemas de sinalização e telecomunicações.

Do ponto de vista da operação ferroviária, a eletrificação vai permitir a introdução / substituição do material circulante, a melhoria da qualidade e segurança da infraestrutura, potenciando a redução dos tempos de trajeto e a atratividade da utilização do transporte ferroviário na região algarvia. A presente ação integra a candidatura submetida e aprovada no âmbito do COMPETE 2020, com a designação «Linha do Algarve – Eletrificação», referente à qual se prevê um financiamento comunitário de 85 por cento.

Este projeto, é parte integrante do Corredor do Algarve, um dos seis eixos de desenvolvimento prioritário, nos quais se integram os projetos de investimento a concretizar para o horizonte 2014-2020.

Será uma intervenção ao longo de 40 quilómetros deste eixo estruturante para a mobilidade da principal região turística de Portugal e desta com o restante território nacional e europeu, pelo que a sua modernização irá dinamizar a economia regional e nacional. Este investimento permitirá a exploração comercial exclusivamente com material elétrico e outras melhorias, que contribuirão para a eficiência do sistema, nomeadamente, a redução no tempo de percurso e menores custos ambientais.

Já a exposição «160 anos do Caminho de Ferro em Portugal» resulta que uma iniciativa conjunta da Infraestruturas de Portugal e da CP – Comboios de Portugal, tem percorrido o país e chega agora à cidade de Faro. Durante a permanência desta mostra, serão realizadas em paralelo atividades de caráter recreativo e educativo e serão exibidos filmes do Cinerail – Festival Internacional de Cinema Ferroviário Internacional Railway Corporate Films Competition sobre a temática. Estará aberta ao público, de segunda a sexta-feira, da 10h00 às 18h00.

Categorias
Regional


Relacionado com: