Greve no grupo EVA/Barraqueiro chega aos 98 por cento de adesão

A greve dos trabalhadores os trabalhadores das empresas do grupo EVA/Barraqueiro (Eva Transportes; Próximo; Translagos e Frota Azul), iniciada hoje, quinta-feira, 9 de agosto, e que deverá continuar amanhã, conta com uma «adesão média de 85 por cento, chegando a atingir 98 por cento dos transportes urbanos», segundo as contas da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) e do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP).

Esta «nova jornada de luta» mostra que «os trabalhadores estão unidos e que de pouco servem as tentativas de divisão ensaiadas pelas empresas» e surge «depois de terem considerado insuficientes as últimas propostas das empresas do grupo Barraqueiro», segundo aquela estrutura sindical.

«Houve situações de substituição de trabalhadores em greve, que são condenadas por lei mas, mesmo assim, a adesão dos trabalhadores é demonstrativa para o grupo Barraqueiro de que tem que voltar à negociação com outras propostas. Durante a greve os trabalhadores concentraram-se em Portimão, Faro e Lisboa», diz o FECTRANS/ STRUP em nota enviada à imprensa.

A FECTRANS «saúda todos os trabalhadores em luta, assim como os dirigentes e delegados sindicais, que assumem, com determinação, a direção da luta».

Categorias
Regional


Relacionado com: