Fernando Rosas disserta sobre algarvios vítimas do III Reich em Loulé

O Ciclo de Conferências «Horizontes do Futuro», iniciativa da Câmara Municipal de Loulé com quase uma década de existência, regressa ao Salão Nobre dos Paços do Concelho no próximo dia 24 de janeiro, quinta-feira, pelas 21h00. O historiador Fernando Rosas volta a ser o convidado desta iniciativa.

O conferencista vai apresentar como tema os portugueses (e os louletanos) no trabalho forçado no III Reich.

Fernando Rosas nasceu em 1946, em Lisboa, tendo-se doutorado em História Económica e Social Contemporânea pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É, desde 1996, professor agregado de História Portuguesa Contemporânea na mesma universidade.

Oriundo de uma família de tradições republicanas, ele próprio um cidadão publicamente empenhado na defesa de ideias de justiça e igualdade social, o seu interesse enquanto investigador voltou-se para a História do Estado Novo. É hoje unanimemente considerado um dos maiores especialistas portugueses neste período histórico, sendo consultor da Fundação Mário Soares e de várias estações de televisão e rádio. Foi diretor da revista História e presidente do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, coordenando várias iniciativas científicas no âmbito da cooperação deste instituto com diversas instituições.

De salientar na sua vasta produção: «As Primeiras Eleições Legislativas sob o Estado Novo», «O Salazarismo e a Aliança Luso-Britânica», «Salazar e o Salazarismo» e «Armindo Monteiro e Oliveira Salazar – correspondência política, 1926-1955».

Fernando Rosas participou na fundação do Bloco de Esquerda, em 1999, cuja Comissão Permanente integrou. Foi eleito deputado à Assembleia da República em 1999, 2005 e 2009. Foi candidato à Presidência da República em 2001, com o apoio do Bloco de Esquerda.

Foi feito Comendador com a Ordem da Liberdade.

Recorde-se que o Ciclo de Conferências «Horizontes do Futuro» tem levado a Loulé dezenas de personalidades ligadas às mais diversas áreas para apresentação e reflexão sobre temas onde a sua atuação pública se tem distinguido, da Economia à Cultura, passando pela Política, Educação, entre outras, sempre com o mesmo entusiasmo e participação do público.

A entrada é livre.

Categorias
Regional


Relacionado com: