FATACIL a postos para mostrar o melhor da região

Cartaz musical de peso, mostra equestre com apresentações únicas, um amplo espaço onde expositores de todo o país darão a conhecer produtos e artesanato ao vivo são ingredientes para dez dias de feira.
A edição deste ano da FATACIL conta com um novo sistema de bilheteira.

A Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Lagoa (FATACIL) começa esta sexta-feira, 18 de agosto, no Parque Municipal de Feiras. A estreia da 38ª edição deste certame é marcada pela apresentação da requalificação daquele recinto, que pretende ser polivalente, e segundo Francisco Martins, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, um verdadeiro pulmão verde no centro da cidade. Outro dos pontos altos da noite será a atuação de Agir, um dos nomes do momento do panorama musical e que, na edição passada, levou a que a organização batesse recordes de bilheteira.

Ao palco sobem ainda, no próximo sábado, Richie Campbell, João Pedro Pais (dia 20), GNR (dia 21), Dengaz (dia 22) e Quim Barreiros (dia 23). Carminho e Tiago Bettencourt oferecem um espetáculo único a 24 de agosto, seguindo-se os Xutos e Pontapés na última sexta-feira da FATACIL. O fim de semana de encerramento conta com Matias Damásio (dia 26) e D.A.M.A. (dia 27). Todos os concertos são às 22h30.

A maior feira a sul do Tejo terá um programa próprio, sendo que, como já é habitual, cada dia será dedicado a um tema. Assim, o primeiro dia é dedicado ao município de Lagoa. A 19 de agosto é a vez do artesão, seguindo-se o Dia da Agricultura e Pescas do Algarve (dia 20), do Empreendedor (dia 21), da Gastronomia Algarvia (dia 22), do Cavalo Lusitano (dia 23), do Turismo (dia 24), dos Vinhos do Algarve (dia 25) e do Crédito Agrícola (dia 26). A feira encerra a 27 de agosto com um dia dedicado à criança.

No sector equestre, outro dos grandes destaques da feira, a programação conta com diferentes propostas. Na sexta-feira, o espaço é inaugurado pelo presidente da Associação Brasileira do Puro Sangue Lusitano Ismael Silva, seguindo-se o espetáculo «Patrimónius».

No dia 20, haverá uma poule de obstáculos e, a 21 de agosto, Francisco Cancella de Abreu realiza a primeira parte de um estágio, enquanto a Vilamoura Equestrian School efetua uma apresentação pública. Na terça-feira, há a parte final do estágio, seguindo-se no dia 23 de agosto uma avaliação estática e dinâmica ao Cavalo Lusitano, o reconhecimento a algarvios e residentes na região que mais se têm destacado no panorama equestre a nível nacional e internacional. O programa deste dia encerra com o «Patrimónius» com Clemence Faivre que se estreia, assim, em Portugal. Para 24 de agosto, está prevista uma prova de ensino de Equitação de Trabalho, seguindo-se uma lição equestre ao vivo com Maria Paes do Amaral.

Na sexta-feira, 25 de agosto será a vez de uma prova de maneabilidade e velocidade de Equitação de Trabalho. Nos dois dias seguintes repetem o espetáculo «Patrimónius» ainda que, no dia 26 de agosto, haja uma homenagem a José Francisco Cruz e Crujo, criador da prestigiada Ganadaria e Coudelaria Varela Crujo, presença assídua em vida nas corridas de toiros e atividades equestres da FATACIL, entretanto já falecido.
As entradas diárias custam 3,5 euros, enquanto um bilhete familiar para quatro pessoas custará 12,5 euros. Um passe para os dez dias fica por 20 euros. As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita. Os ingressos podem ser comprados nas bilheteiras do recinto durante os dias da feira ou online através da BOL. O recinto está aberto das 18h00 à 1h00.

Categorias
Regional


Relacionado com: