Enfim, lançado o concurso da nova ponte para a Praia de Faro

Município assegura o financiamento de mais de 50 por cento deste equipamento.

Com o anúncio da abertura do concurso público, conhecido na quarta-feira, 8 de novembro, está desbloqueado o impasse que vinha protelando o arranque da empreitada de construção da nova ponte para a Praia de Faro.

A autarquia de Faro «saúda este desenvolvimento, que se dá depois de o Tribunal de Contas ter confirmado na passada semana a autorização do modelo de financiamento da construção da infra-estrutura, ficando automaticamente aprovado o protocolo de cooperação técnica e financeira entre o município de Faro e a Sociedade Polis Litoral Ria Formosa S. A. (Polis), promotora de concurso».

Segundo este acordo, «cabe agora ao município transferir para a POLIS a verba de 561 mil euros, que corresponde a cerca de 20 por cento do investimento total. Esta foi a solução encontrada pela Câmara de Faro para viabilizar a importante infra-estrutura depois de, em setembro de 2016, ela ter ficado verdadeiramente em perigo após saber-se da inexistência de verba no ministério do Ambiente para completar a obra».

De acordo com a Câmara Municipal de Faro, «trata-se, na verdade, de um esforço adicional que acontece depois de, já em 2009, a autarquia ter comparticipado o investimento com a colocação de cerca de 900 mil euros no capital social da sociedade».

Um esforço só possível após o «município ter enviado ao Tribunal de Contas todos os esclarecimentos que lhe foram sendo solicitados ao longo dos últimos meses, designadamente as garantias que comprovam a plena recuperação financeira da Câmara de Faro e a sua boa condição atual».

A «execução deste melhoramento fundamental nos acessos à Ilha, vem assim complementar todas as obras que já haviam sido desbloqueadas no decurso do último mandato, como o passadiço, a nova via rodoviária e o parque de estacionamento exterior à praia. Espera-se agora que o processo concursal decorra de forma célere, assim como os trabalhos subsequentes. Posteriormente, a gestão e manutenção da infra-estrura ficarão a cargo do município», informa a autarquia em nota de imprensa.

Categorias
Regional


Relacionado com: