ARS aconselha cuidado com as «lesmas do mar» entre Quarteira e a Quinta do Lago

Tem-se registado nos últimos dias um aumento de afluência de cidadãos à Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Quarteira e ao Serviço de Urgência Básica (SUB) de Loulé com queixas de dor localizada, queimadura, ardor e comichão, após terem sido picados por invertebrados marinhos, tipo «lesmas do mar» nas praias entre Quarteira e Quinta do Lago, segundo o Delegado Regional de Saúde (em substituição) Joaquim Mansinho Bodião.

O problema tem afetado sobretudo a Praia do Forte Novo, e tendo em conta a concentração destes invertebrados marinhos nesta área, a Autoridade de Saúde Regional informa que «este invertebrado marinho não constitui um risco acrescido para a saúde pública, para além dos sinais e sintomas acima descritos».

Contudo, recomenda-se «especial atenção de forma a evitar o contacto dentro ou fora da água». No caso de contacto/picada e não melhorar após aplicação de gelo, deve ser contactado o 808 242 424 (linha SNS 24).

A Autoridade de Saúde Regional considera de momento não haver necessidade de interdição dos banhos, no entanto, está a acompanhar a situação em articulação com a Autoridade Marítima e a Polícia Marítima e a informar/sensibilizar as pessoas para os cuidados a ter.

Categorias
Regional


Relacionado com: