Algarve vai ter um verão com 92 bandeiras azuis

Este ano, o Algarve vai hastear 92 bandeiras azuis: no total são 88 praias e quatro marinas distinguidas neste destino que se assume, mais uma vez, como a região mais galardoada do país.
Capturefile: D:49-426.TIF CaptureSN: CC000776.020456 Software: Capture One DB for Windows

Em 2017, o Algarve recebe o mesmo número de bandeiras do que em 2016, registando a saída da praia do Pintadinho e a inclusão da de Vale Centeanes, ambas no concelho de Lagoa. Albufeira é o concelho do país com mais praias galardoadas (24 no total) seguida, na região, de Vila do Bispo (11) e Loulé (10). As quatro marinas de Albufeira, Lagos, Portimão e Vilamoura também viram reconhecidas a sua qualidade ambiental.

«É com grande satisfação que vejo as praias e marinas do Algarve serem distinguidas pela sua sustentabilidade ambiental. A região é reconhecida mundialmente pela sua oferta de Sol e Mar e de turismo de natureza e, para tal, contribuiu a qualidade das nossas zonas balneares e marinas. As nossas praias atraem milhares de turistas todos os anos pela sua beleza natural e vastos areais: se a região possui todos estes atrativos naturais, temos de saber preservá-los e apostar num turismo sustentável, como temos vindo a fazer ao longo dos anos, e esta continuará a ser uma das nossas maiores prioridades», explica Desidério Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve.

Em Portugal, a Bandeira Azul vai ser hasteada em 320 praias, das quais 292 são praias costeiras e 28 praias fluviais, o que representa mais 6 bandeiras azuis este ano. Portugal é assim o país da União Europeia com maior percentagem de praias galardoadas (55 por cento) de entre as praias aptas para banhos, embora esteja em quinto lugar no ranking europeu no número total de praias distinguidas, atrás de Espanha (578), Grécia (486), França (390) e Itália (342).

A Bandeira Azul é um galardão ambiental atribuído anualmente a praias, marinas e portos de recreio que cumprem um conjunto de critérios de gestão ambiental, educação ambiental, informação, qualidade da água balnear, serviços e segurança dos utentes. Em Portugal, o galardão é desenvolvido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Foundation for Environmental Education (FEE) e conta com o apoio técnico da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entre outras entidades públicas e privadas com responsabilidades na gestão das praias, marinas e portos de recreio.

Categorias
Regional


Relacionado com: