Alcoutim constrói loteamento municipal em Martim Longo

O município de Alcoutim vai avançar com um loteamento de carácter habitacional na aldeia de Martim Longo. O projeto de execução foi aprovado esta quarta-feira, 27 de junho, em reunião do executivo.
Inserido numa zona habitacional a norte do núcleo urbano, junto à Escola Básica Integrada de Martim Longo, ao Pavilhão Desportivo e à Piscina Municipal, o terreno a intervencionar tem uma área total de 20 mil metros quadrados.

A operação de loteamento tem como objetivo a implementação de um conjunto de 26 lotes, exclusivamente para uso habitacional, junto à 2ª Fase da Avenida de Acesso à EBI de Martim Longo.

A zona habitacional será organizada e estruturada por um plano regular de arruamentos onde existem diversas bandas de lotes. Nos arruamentos projetados, que terão uma largura de 4,50 metros, prevê-se um sentido de circulação. No projeto existem parqueamentos de estacionamento público em faixa própria ao longo dos arruamentos, num total de 85 lugares, e estacionamento privado no interior de cada lote.

Os materiais a utilizar, nos arruamentos e passeios, serão semelhantes aos existentes na zona, ou seja, em calçada irregular de xisto da região, os lancis serão em pedra calcária, já os locais de estacionamento e arruamentos serão alcatroados ou em cubos de granito negro.

Toda a zona residencial enquadra um conjunto de zonas verdes com espécies endógenas, com uma área total de 3.179,69 metros quadrados e espaço infantil, com posterior implantação do respetivo equipamento.

«Com esta medida, a Câmara Municipal contribui para fixar os jovens à sua terra e para resolver problemas de habitação, já que a falta de habitação para venda ou arrendamento e os elevados preços das poucas existentes constitui um dos entraves à fixação das camadas mais jovens da população», refere Osvaldo Gonçalves, presidente da autarquia.

O preço base da empreitada cifra-se em 1061760,40 euros e tem um prazo de execução de 12 meses.

Junta de Freguesia de Vaqueiros amplia cemitério

No âmbito da delegação de competências nas juntas de freguesia, a Câmara Municipal de Alcoutim aprovou, na última reunião realizada a 27 de junho, a transferência de uma verba de 10 mil euros para a Junta de Freguesia de Vaqueiros. O procedimento administrativo irá consistir na celebração de uma adenda ao contrato programa existente.

A verba destina-se à comparticipação na aquisição de um prédio rústico, situado na zona do Moinho Novo, em Vaqueiros, para ampliação do cemitério da freguesia.

Refira-se que a delegação de competências é um instrumento legal de fulcral importância já que permite, em especial no âmbito da prestação de serviços de apoio direto à comunidade local, uma resolução mais eficaz das situações e uma resposta mais rápida dada a maior proximidade das juntas de freguesia com as populações.

Categorias
Regional


Relacionado com: