PS «tem que responder» à proposta do PSD para um novo Hospital no Algarve

Jornadas parlamentares do PS em Portimão são ocasião para dizer sim ao PSD e ao Algarve.

A Comissão Política do Partido Social Democrata (PSD) Algarve «entende que um novo hospital é vital para melhorar o acesso e os cuidados de saúde na região».

Por isso, o grupo parlamentar do PSD, por iniciativa dos deputados Cristóvão Norte e José Carlos Barros, «apresentou uma proposta de alteração ao Orçamento de Estado 2019 a qual, a ser aprovada, significa a construção do novo Hospital Central do Algarve. A proposta em causa estabelece que seja aplicada a lista de prioridades de novos hospitais, fixada em 2006, após despacho governamental que resultou de um estudo técnico para o efeito. Nessa lista o novo hospital central do Algarve figura como a segunda prioridade nacional. Pretende-se apenas fazer justiça», informou hoje, sexta-feira, 23 de novembro, aquela força política, em nota enviada às redações.

«O Grupo Parlamentar (GP) do Partido Socialista (PS) começa hoje as suas jornadas parlamentares em Portimao. Não diremos, com deselegância e repulsa, o mesmo que disseram a respeito de termos feito as nossas na região em 2017. Pelo contrário, são bem- vindos. E podem até assinalar positivamente a sua presença se aprovarem a proposta do PSD a respeito do novo hospital que será votada na próxima semana no OE 2019», lê-se ainda na nota.

«Seria também importante que o GP do PS cumprisse as promessas que tem feito aos algarvios, como a redução das portagens em 50 por cento. A redução foi de 15 por cento, o mesmo que o anterior Governo em circunstâncias muito mais difíceis. A requalificação da EN 125 entre Olhão e Vila Real de António, prometida em 2016, 2017, 2018».

«Não arrastar os pés no caso do Porto de Portimão; Repor a ligação ferroviária ao Aeroporto de FAro nas prioridades nacionais como constava em 2015, avançar com a eletrificação e pôr cobro às perto de 800 supressões de comboios este ano. Preparar um plano para o brexit que já está a ser negativo para a região. De resto, votos de boa estadia e que – aos deputados não algarvios – compreendam a importância do Algarve no contexto nacional».

Categorias
Política


Relacionado com: