Pedro Passos Coelho amanhã no Algarve

O líder social-democrata inicia a semana em contacto com a sociedade civil, ouvindo as preocupações reais relacionadas com a saúde na região do Algarve. Pedro Passos Coelho visitará o Centro Hospitalar do Algarve, em Faro, amanhã, 30 de maio, às 9h30. Na quarta-feira, fará o encerramento das jornadas parlamentares do PSD, que decorrem no Hotel Grande Real Santa Eulália, às 12h30, onde os candidatos social-democratas entregaram a Pedro Passos Coelho os seus compromissos para as eleições do dia 1 de outubro.

Durante o passado fim-de-semana, Pedro Passo Coelho fez o encerramento da Convenção Autárquica nacional do Partido, onde os candidatos social-democratas entregaram os seus compromissos para as eleições do dia 1 de outubro.

Na Convenção, o presidente do PSD afirmou que «no Poder Local e no governo, a pessoa tem de estar no centro da intervenção política», e que hoje é preciso olhar para o Poder Local e «perceber que há outras possibilidades trazidas pela tecnologia, que nos permitem estar próximo das pessoas como sempre quisemos estar, resolvendo os seus problemas e dificuldades, no plano social e económico. Os nossos autarcas estiveram sempre mais próximos do coração das pessoas porque estiveram próximos das suas circunstâncias, e hoje podem pôr novas ferramentas a trabalhar, para novas respostas. Porque hoje se espera mais das nossas autarquias».

Pedro Passos Coelho afirmou ainda que Portugal precisa de uma descentralização preparada de forma séria. É uma reforma que exige uma «substância efetiva, bem preparada e alinhada».

O líder da oposição defendeu que o PSD «serve as pessoas sem narcisismo, com cultura democrática, sem prescindir do que somos. Somos pragmáticos e resolver problemas, com as nossas crenças. Só vale a pena desenvolver esta atividade política se tivermos consciência dos nossos princípios, valores e ideias. O que queremos é transmitir que estamos atentos à realidade, não temos soluções para tudo. Em época eleitoral, é bom ter prudência, mas entusiasmo, e não deixar a ideia que fazemos milagres».

Nas próximas eleições, é preciso ser «prudente para não criar a sugestão de que o que nos propomos fazer o que não está ao nosso alcance. E as pessoas percebem isto. Tratamos as pessoas com respeito e dignidade». Assim, Pedro Passos Coelho pediu aos candidatos «determinação, coração e ação», segundo a nota de imprensa enviada pelo PSD.

Categorias
Política


Relacionado com: