Orçamento de Silves para 2019 ultrapassa os 47 milhões de euros

O documento já foi aprovado na Assembleia Municipal e é marcado por uma política fiscal «amiga do contribuinte».

O Orçamento do Município de Silves para 2019, no montante global de 47,7 milhões de euros, que compara com 39,6 milhões de euros em 2018, foi aprovado na última Assembleia Municipal (AM) realizada em 29 de novembro, após a sua aprovação inicial, em reunião de câmara de 29 de outubro.

O montante previsto no Plano Plurianual de Investimentos (PPI) ascende a 14,8 milhões de euros, integrando um vasto conjunto de empreitadas repartidas pelas várias freguesias que integram o município de Silves, de acordo com o princípio da coesão social e territorial do concelho.

Em traços gerais, o orçamento é marcado pela política fiscal amiga do contribuinte em termos de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), com a aplicação de taxas mínimas e do IMI familiar, pelo reforço dos apoios sociais, pelo aumento gradual dos apoios às associações e coletividades, e pela duplicação anual das transferências para as Uniões e Juntas de Freguesias em comparação com o anterior mandato autárquico. É ainda marcado pelas medidas, isenções e incentivos à reabilitação urbana e ao investimento local, pelo aproveitamento das oportunidades de acesso aos fundos comunitários e/ou nacionais e pela trajetória de desendividamento que prossegue.

A deliberação da Assembleia Municipal foi tomada com os votos a favor da CDU e do BE, e a abstenção das restantes bancadas do PSD e PS. Na Câmara Municipal os documentos provisórios tinham sido aprovados com os votos a favor dos vereadores da CDU e os votos contra dos vereadores do PSD e PS.

Categorias
Política


Relacionado com: