Faro vai ter Orçamento Participativo em 2018 proposto pelo PS

Por proposta dos vereadores eleitos pelo Partido Socialista (PS), a Câmara Municipal de Faro aprovou na reunião de 20 de novembro a implementação do Orçamento Participativo no concelho em 2018.

O Orçamento Participativo é um instrumento de participação direta dos cidadãos na gestão municipal, já com provas dadas na sua implementação e com sucesso, em inúmeras cidades e países e em diferentes contextos políticos, económicos, financeiros e sociais, que permite aos cidadãos tomarem posição sobre a realização de determinados projetos no concelho, escolhidos de forma participada pelo conjunto da população.

Esta deliberação, que permitirá a partir do ano 2018, com uma afetação mínima de 5% da dotação para despesa de investimento do Orçamento Municipal ao Orçamento Participativo e a constituição de um grupo técnico de trabalho que no prazo de 60 dias apresente proposta que viabilize a implementação do Orçamento Participativo Faro, com início no ano 2018, com vista à inscrição das propostas mais votadas no Orçamento Municipal do ano 2019.

Em nota enviada à imprensa, os Vereadores do PS congratulam-se com esta deliberação, que defendem constituir uma nova forma de governação autárquica, mais próxima e participada pelos cidadãos.

Categorias
Política


Relacionado com: