12 concelhias do Partido Socialista elegem líderes dias 19 e 20 de janeiro

Em Portimão será o socialista Álvaro Bila a dar a cara pela estrutura local. Luís Graça revalida a candidatura à liderança do PS/Faro.
Álvaro Bila (Portimão) e Luís Graça (Faro).

São 12 as Comissões Políticas Concelhias do Partido Socialista (PS) no Algarve que vão a votos entre esta sexta-feira e sábado, 19 e 20 de janeiro. Haverá caras novas nos titulares das listas, mas ao que o «barlavento» apurou nenhuma das estruturas tem duas opções de escolha a nível da liderança.

O rol de candidatos já foi entregue na secretaria do PS no Algarve e, ao que fonte oficial avançou, apenas quatro estruturas locais verão as eleições adiadas. É o caso de Alcoutim, Aljezur, Monchique e Lagoa, que somente decidirão os futuros órgãos durante o mês de março.

No caso da capital algarvia, Luís Graça, atual presidente do PS de Faro, deputado socialista na Assembleia da República e presidente da Assembleia Municipal farense, confirmou ao «barlavento» que será o candidato para o próximo mandato, liderando uma lista única.

Já em Portimão, o socialista agora vereador na Câmara Municipal de Portimão Filipe Vital passará o testemunho a Álvaro Bila, presidente da Junta de Freguesia de Portimão e presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Portimão, que confirmou também a entrega da moção e da equipa que levará consigo para o próximo mandato.

Das 12 concelhias, apenas a de Faro fará as eleições esta sexta-feira, dia 19, estando as restantes marcadas para o próximo sábado, dia 20.

A mesma fonte do PS revelou ainda que há, a nível dos titulares da listas para as 12 concelhias, «um cenário de mudança na maioria» delas. Ou seja, grande fatia elegerá assim novos presidentes das estruturas políticas locais, à semelhança do que acontece em Portimão. No caso da estrutura regional do PS do Algarve também já há datas no calendário, apesar de ainda carecerem de homologação. Isto porque, a Comissão da Federação vai eleger a Comissão Organizadora do Congresso, e será esta a marcar data e local. Só a partir daí haverá datas certas. No entanto, é previsível que estas se realizem em março. Nessa altura, serão então eleitos o presidente do PS do Algarve, bem como os delegados ao congresso. Este ponto deverá ficar decidido este mês, em reunião da Comissão Política da Federação algarvia.

Já a nível nacional, a eleição do secretário-geral e dos delegados será em maio, seguindo-se o congresso.

Categorias
Política


Relacionado com: