Faro celebrou Noite Europeia dos Investigadores

Centro Ciência Viva do Algarve, em Faro, juntou-se a este evento de literacia científica com grande sucesso.

Passado 12 anos desde que foi lançada, a Noite Europeia dos Investigadores (European Researchers’ Night), é uma iniciativa bianual, financiada pela Comissão Europeia, no âmbito das Ações Marie Curie, que tem por objetivo aproximar os cidadãos da ciência, em especial, as camadas mais jovens da população.

O Centro Ciência Viva do Algarve (CCVAlg), em parceria com os principais laboratórios de investigação e Unidades Orgânicas da Universidade do Algarve, com a Europe Direct – Algarve e a Estação Piloto de Piscicultura em Olhão (EPPO) do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), desenvolveu várias atividades de cariz gratuito nas suas instalações, sob o lema «Visualização científica» na sexta-feira 29 de setembro.

A noite contou com a presença de mais de 270 participantes, de todas a idades, que quiseram ver de perto a Ciência que se faz na região.

O público teve a oportunidade de interagir com 12 investigadores convidados, em atividades de carácter experimental. «As pessoas viram o nosso show de ciência interativo e puderam observar imagens dos astros em tempo real, retransmitidas a partir do telescópio do Observatório do Campus da Penha para o LAB Lounge no terraço, entre momentos de música ao vivo», contou ao «barlavento» Cristina Veiga-Pires, diretora executiva, do CCVAlg.

«Além da oportunidade de partilhar com o público o conhecimento sobre temas de investigação em desenvolvimento nas áreas do ambiente, da física, das biomédicas, da biologia marinha, da biologia molecular, da aquicultura, da arqueologia, da biotecnologia, da engenharia geográfica ou alimentar, os investigadores convidados também revelaram alguns dos seus talentos escondidos, os hobbies a que se dedicam, os seus medos e alegrias», acrescentou a responsável.

Em Faro, a Noite Europeia dos Investigadores contou com um elenco de luxo, acompanhado pelo Comissário Europeu Alain Craig, representante da Agência Europeia para a Ciência e Inovação.

«A direção do Centro Ciência Viva do Algarve, não pode deixar de agradecer a todos os que por cá passaram, miúdos e graúdos, às equipas que dinamizaram esta longa noite e a todos os parceiros do projeto», concluiu Cristina Veiga-Pires, prometendo uma noite ainda mais animada e ambiciosa em 2018.

Categorias
Ciência


Relacionado com: