Ciência Viva no Verão celebra 20 anos em cruzeiro científico a bordo de caravela

Oito jovens investigadores sobem a bordo da caravela Vera Cruz para participar num cruzeiro científico que assinala os 20 anos da Ciência Viva no Verão. A viagem Ao Leme com Ciência Viva, feita em colaboração com a Aporvela – Associação Portuguesa de Treino de Vela, terá sete dias de navegação e quatro escalas: Sines (2 de Agosto), Lisboa (4 de Agosto), Ílhavo (7 de Agosto) e Porto (9 de Agosto).

Na próxima terça-feira, dia 2 de Agosto, a caravela Vera Cruz irá atracar no Porto de Recreio de Sines. Às 15h30, os jornalistas interessados poderão subir a bordo na companhia dos jovens investigadores e da tripulação, falando sobre as experiências científicas realizadas durante a expedição e os detalhes da vida a bordo da Vera Cruz.

Em terra, na Praia Vasco da Gama, terá lugar durante todo o dia, entre as 09.00 e as 24.00, um festival de ciência ao ar livre, organizado pelos Centros Ciência Viva do Lousal, Estremoz, Lagos, Faro e Tavira, em colaboração com a Câmara Municipal de Sines, a Administração do Porto de Sines e Algarve, o Sines Tecnopolo e 21 empresas, associações e instituições científicas da região.

Shows de ciência, workshops, criação de esculturas com resíduos recolhidos na praia e no mar, degustação de cavala e de pesca sustentável, visitas à caravela Vera Cruz, teatro de marionetas cujas personagens são conhecidos cientistas, e observações astronómicas são algumas das experiências disponíveis para o grande público.

Em cada escala da caravela os Centros Ciência Viva organizam um festival de ciência, integrado no programa Ciência Viva no Verão em Rede, que continua até 15 de Setembro com mais de 1 000 actividades em todo o país.

Os jovens investigadores que participam nesta expedição, todos na casa dos 20 anos, pertencem a laboratórios das áreas da astronomia, geofísica e das ciências do mar: Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (Lisboa), Instituto Dom Luiz (Lisboa), Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (Porto), Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (Aveiro), MARE (Lisboa e Figueira da Foz) e Centro de Ciências do Mar (Faro).

Ao longo deste cruzeiro científico serão abordados alguns dos grandes temas do oceano para as próximas décadas: a subida do nível do mar, as alterações climáticas, os microplásticos, a poluição, a erosão do litoral, a sobrepesca e a exploração dos recursos marinhos, como por exemplo fármacos. Durante o percurso os cientistas farão também observações e medidas de parâmetros oceanográficos, como a salinidade e a temperatura, e recolha de água e de materiais biológicos para análise. Esta aventura científica poderá ser acompanhada pelo público em tempo real através do blogue Ao leme com Ciência Viva.

 

Programa completo do Festival de Sines em www.cienciaviva.pt

Calendário dos Festivais de Ciência:

2 de Agosto, terça-feira, Sines

Organizado pelo Centro Ciência Viva do Lousal, a Câmara Municipal de Sines, a Administração do Porto de Sines e Algarve e o Sines Tecnopolo em Sines, em colaboração com os Centros Ciência Viva de Estremoz, Lagos, Faro e Tavira.

4 de Agosto, quinta-feira, Lisboa

Organizado pelo Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva no Jardim da Torre de Belém, em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa e os Centros Ciência Viva de Sintra, Planetário Calouste Gulbenkian, Constância e Alviela

7 de Agosto, domingo, Ílhavo

Organizado pela Fábrica – Centro Ciência Viva de Aveiro no Porto de Aveiro, em colaboração com a Câmara Municipal de Ílhavo e os Centros Ciência Viva de Coimbra (Exploratório) e Proença-a-Nova.

9 de Agosto, terça-feira, Porto

Organizado pelo Planetário do Porto – Centro Ciência Viva no Jardim do Passeio Alegre, em colaboração com a PortoLazer e os Centros Ciência Viva de Bragança, Vila do Conde e Guimarães.

Categorias
Ciência


Relacionado com: