Škoda Fabia 1.4 TDI

O novo Fabia é uma proposta a ter muito em conta no segmento B, nomeadamente em comparação com os seus primos alemães e espanhol.

Na profissão de jornalista automóvel há que ser objetivo. Mas também me parece que não se deve colocar de parte a questão emocional ligada ao automóvel. Para um leitor, e enquanto leitor eu próprio de outras publicações relacionadas com a indústria automóvel, o que gosto mais de ler é um equilíbrio entre as duas perspetivas.

Porque é que estou a falar nisto? Porque na semana passada conduzi um Škoda Fabia, um automóvel que é virtualmente igual a um Volkswagen Polo, um Seat Ibiza e um Audi A1.

Porquê? Porque estas quatro marcas fazem todas parte do Grupo Volkswagen e para que sejam rentáveis há que utilizar o maior número de componentes de forma transversal. Principalmente a plataforma e o motor, os dois mais caros de desenvolver e produzir. O Ibiza, por acaso, não utiliza o mesmo motor diesel que o Fabia, mas é a exceção.

Pois bem, a partir daí as considerações são as seguintes: design e preço. Qual o carro que se gosta mais e qual o que se pode comprar. À priori, pode assumir-se que quem puder compra o Audi, depois o Polo e por fim o Škoda ou o Seat. Mas estas duas últimas marcas têm trabalhado tão bem os seus produtos que a história não é bem assim nos dias que correm. Destes quatro modelos o meu preferido é o Škoda. Porquê? Porque, considerando o preço, o design e a qualidade inata e percebida, o automóvel checo é o que considero a melhor compra.

Depois da apresentação internacional – que decorreu em Lisboa – onde conduzi o 1.2 a gasolina com caixa automática DSG, ensaiei agora o 1.4 TDI, que deverá fazer o grosso das vendas em Portugal e na Europa. Não é tão suave como o primeiro, mas consumos na casa dos 4.5 litros em condução real é algo inegavelmente apelativo. Os 90 cavalos são muito saudáveis e oferecem um nível de performance surpreendente, também porque o baixo peso ajuda a haver pouca massa para mover. Com um chassis baseado na plataforma MQB, o Fabia apresenta uma dinâmica ao nível dos melhores do segmento, sendo mais divertido de conduzir que, por exemplo, um Polo.

Onde é que está então a diferença de preço para o primo alemão? Nos materiais do interior e na qualidade da montagem. Ainda assim, o Polo está num nível tão elevado de qualidade nos dias de hoje, colado ao Golf pode dizer-se, que mesmo um carro como o Fabia já dispõe de um habitáculo de grande nível.

Se juntarmos a isso um sistema de infotainment que pode incluir o Mirror Link, um programa que faz do carro um smartphone sobre rodas, é preciso gostar-se mesmo do Polo ou do A1 para não se levar um Škoda para casa. Até porque, pessoalmente, acho que o Škoda é tão bonito como o A1 e muito mais interessante que o Polo. Aliás, o modelo checo acaba de vencer o Red Dot Award na sua categoria para melhor design do ano, o prémio mais cobiçado na área do design a nível mundial. Em termos de preços, o Fabia a diesel começa nos 17938 euros. Para se ter uma ideia das diferenças, um Polo com o mesmo motor custa desde 19466 euros.

Outra questão importante é o facto da Škoda estar a apostar forte na revitalização da sua imagem, posicionando-se menos como um emblema low cost e mais como uma marca emocional. Para mim está a conseguir. O mês passado, e seguindo esta orientação, abriu o primeiro Škoda Lounge em Portugal, na Avenida António Augusto de Aguiar, no centro de Lisboa. É um espaço que pretende refletir os valores da marca e transmitir a modernidade e a inovação que coloca atualmente nos seus automóveis.

Principalmente, é um local onde o cliente pode saber tudo sobre os modelos em catálogo e criar uma relação mais próxima com a marca – no fundo a tal relação emocional que falava no início.

O Fabia é o Škoda mais vendido em Portugal, mas há outros modelos que merecem atenção: o Octavia é excelente e o Yeti uma curiosidade que bate a concorrência em vários aspetos, nomeadamente na capacidade fora de estrada. Em 2015 a Škoda vai alcançar 1 milhão de unidades vendidas – alguma coisa devem andar a fazer bem.

Categorias
Automóveis


Relacionado com: