Novo Mini Cabrio, um casamento perfeito com o clima algarvio

O novo Mini Cabrio chegou a Portugal mesmo a tempo do verão. Aquele que é o último modelo a juntar-se à renovada gama Mini, é também o mais indicado para a região mais a sul de Portugal, onde o clima permite usufruir ao máximo de uma experiência al fresco.

Seguindo a receita do seu antecessor, o Cabrio está homologado para quatro lugares reais, se bem que na traseira alguém com mais de 1,50 metros terá alguma dificuldade em sentir-se confortável em viagens mais longas. O ideal mesmo é encarar isto como um 2+2, ou seja, dois adultos à frente e duas crianças atrás. Se assim for, e se as crianças tiverem um tamanho que encaixe na perfeição com as dimensões traseiras do Cabrio, então este é um carro de família perfeito para o verão.

É que, tal como todos os outros Mini, o Cabrio tem uma personalidade irreverente que o distingue da concorrência e aquele fator X que faz dele uma proposta extremamente emocional. Além disso, o ser descapotável adiciona uma vertente que os outros, por definição, não têm.

Automoveis_mini_cooper_cabrio_interior_1Esta nova geração Mini está muito mais requintada, com níveis de conforto que se aproximam mais de um BMW convencional do que de um Mini da geração anterior (caso ainda seja uma realidade desconhecida para alguns leitores, a alemã BMW comprou os direitos da marca Mini em 1994 e tem feito um trabalho notável de ressurgimento do nome inglês desde 2000). A qualidade dos materiais é inatacável, a montagem rigorosa e, com possibilidades infinita de personalização, não é difícil ter um modelo com uma combinação de cores e materiais única no mundo.

A ajudar ao posicionamento exclusivo do anglo-alemão, o Mini Cabrio é o único automóvel do seu segmento que oferece uma capota totalmente automática, possibilitando uma experiência verdadeiramente premium (outro piscar de olhos à casa-mãe). A capota em lona recolhe-se de forma rápida, tomando apenas 18 segundos. O pilar B e C são eliminados e a lona recolhida pousa sobre a mala, o que, sendo uma solução engenhosa, retira um pouco da visibilidade traseira.

O «barlavento» testou o Cooper S Cabrio, sem dúvida o mais apelativo de todas as versões disponíveis atualmente, com um novo e belíssimo motor TwinPower Turbo de 2 litros e 192 cavalos, que encaixa na perfeição na personalidade deste modelo. O antigo 1.6 foi para a reforma e até o Cooper recorre a uma unidade 1.5 de três cilindros.

Este 2 litros é um quatro cilindros saído diretamente do BMW 320i e gosta de andar depressa, o que não é uma surpresa. O que sim, surpreendeu, foi a facilidade em andar devagar e como os engenheiros alemães imbuíram este propulsor de uma suavidade impressionante, que faz deste um carro capaz de ser utilizado no quotidiano sem qualquer problema. Às voltas pela cidade, na auto-estrada, ou a subir uma sinuosa estrada de montanha, este 2 litros turbo é sempre um companheiro extraordinário. Assim como o é também a caixa manual de 6 relações que o acompanha e que continua a ser a escolha mais acertada para qualquer Mini, por muito que a opção automática possa ser apelativa.

A experiência ao volante tem aquele toque mágico que só a Mini oferece e, com a capota Automoveis_mini_cooper_cabrio_2recolhida, o Cabrio acrescenta uma intensidade de sensações que nem o hatchback consegue igualar. De facto, poucos automóveis permitem desfrutar de um dia de sol e de uma boa estrada junto à costa como o novo Mini Cabrio. Quase que parece ser feito a pensar no Algarve.

Só há um senão neste mar de aspetos positivos: o preço. A carga fiscal portuguesa não gosta de automóveis e tende a carregar nos impostos quando os motores têm cilindradas acima de 1600cc. Acrescentando a isso o símbolo da Mini, o elemento descapotável e uma lista interminável de opcionais obrigatórios, o Cooper S Cabrio que a BMW nos cedeu vinha com uma etiqueta de 41909 euros. É caro? Bom, isso é relativo. Para alguns, a maioria porventura, sim; para outros nem tanto assim e para uma minoria será um brinquedo barato. Depois de o conduzir durante quatro dias, a realidade é esta: quem o puder comprar estará a fazer uma compra magnífica.

Categorias
Automóveis


Relacionado com: