Zoomarine investe três milhões em novas atrações

Expansão de um hectare de área leva a que o parque temático passe a estar em dois concelhos algarvios. Uma ponte liga a fronteira entre Albufeira e Silves.

O parque aquático Zoomarine é conhecido por criar emoções, e foi na quinta-feira, 4 de maio, que Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, resolveu colocar à prova o espaço, numa das novas animações que iria inaugurar naquele recinto.

Desafiou a comitiva que visitava o parque para uma breve luta de água no novo divertimento AquaSplash, surpreendendo todos. A maioria não se negou ao convite, entrando no carrossel para uma verdadeira guerra de pistolas de água. Após o momento que divertiu quem participou e quem assistia, a secretária de Estado enalteceu a capacidade dos empresários se reinventarem para continuar a atrair pessoas à região, com novas ofertas e aumento de qualidade de serviços.

«Representam o que faz do nosso país aquilo que está a ser hoje a nível de construção de um presente e futuro em que todos acreditamos, criando riqueza, tornando os municípios, as regiões e o país mais ricos», disse a governante.

Isto porque o Zoomarine, classificado, desde há cinco anos, como o melhor parque temático do país (e o único parque português a figurar na lista dos 25 melhores parques temáticos da Europa) e, há 3 anos consecutivos, a Melhor Empresa de Animação Turística de Portugal (Prémios Publituris), investiu três milhões de euros para iniciar a nova época em grande.

Em mais um hectare de área há novos acessos pedonais, maiores jardins, o Zoomarine Express (um comboio para passageiros de todas as idades), a «Ilha do Tesouro» (onde a aventura e a emoção dão mãos à intensa diversão aquática), o AquaSplash (que incentiva amigáveis combates com jatos de água), o novo habitat dos jacarés e a romântica ponte pedonal, de madeira, com mais de 100 metros de extensão, que liga dois concelhos (Silves e Albufeira).

«É para nós uma alegria muito grande concluir o sonho de fazer esta nova área. O Zoomarine nasceu há 26 anos em sete hectares, hoje tem 26 hectares para desfrutar. Esperamos, nos próximos anos, podermos ocupar e realizar os outros onze hectares que temos de reserva. Este ano, o investimento foi de três milhões de euros, com muito sacrifício e trabalho, mas graças aos resultados do ano anterior e ao trabalho do nosso pessoal e colaboradores» foi possível fazer esta obra no inverno, resumiu Pedro Lavia, fundador do Zoomarine.

O investimento baseia-se também nos indicadores que mostram que o Algarve deverá voltar a ter um bom ano turístico. «O Algarve apresenta crescimentos este ano, em termos de tráfego aéreo, de cerca de 25 por cento. É muito significativo. Temos cada vez mais pessoas a chegarem na época baixa à região, que está ligada a cem aeroportos, destinos internacionais. É este mercado que nós temos que captar e ter estas âncoras como este projeto que vimos hoje» são mais-valias, disse Ana Mendes Godinho. «Tivemos também a sorte de poder guerrear um pouco com água e desligar. Até isso foi uma experiência boa no Algarve», exemplificou.

É esta confiança de que 2017 será um ano «especial e excecional» que dá motivação para investir, referiu Pedro Lavia.

«Ainda há pouco me diziam que, neste momento, há cerca de 450 pessoas a trabalhar aqui e é isto que todos queremos. É uma riqueza que traga também, para o nosso país cada vez mais razões para fixarmos as nossas populações e para termos uma oportunidade de desenvolver o país ao longo de todo o ano», acrescentou Ana Mendes Godinho.

Para a governante, Pedro Lavia é um excelente exemplo da confiança que empresários estrangeiros têm em Portugal, por isso desafiou-o ainda a que, no próximo ano, volte a convidá-la para, «pelo menos, inaugurar um novo espaço, talvez de mais dois hectares».

Ainda que a grande percentagem do parque esteja no concelho de Albufeira, esta nova área situada no concelho de Silves, no limite com a EN125, é uma satisfação para Rosa Palma, presidente da Câmara Municipal de Silves.

«O município de Silves congratula-se com o importante investimento realizado que reforça as valências, os polos de interesses e a atratividade do complexo do Zoomarine, dando um forte impulso à qualidade da oferta turística regional, nacional e até mesmo internacional. É uma mais valia que prolonga a atividade no nosso território, podendo contar com toda a nossa colaboração», afirmou a autarca.

Já Carlos Silva e Sousa, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, considera que o concelho está mais rico, assim como Silves, sendo «bom ver os empresários a fazer esta união entre municípios».
«O grande desafio é tornar quem vem ao Algarve, um cliente do Algarve. Virão muitas pessoas, mas o desafio é segurá-las. O sucesso dos empresários também é o sucesso da economia», concluiu o autarca.

Categorias
Economia


Relacionado com: