Ryanair cancela voos para melhorar pontualidade

A companhia aérea Ryanair vai cancelar 346 ligações (173 voos) de e para Portugal, até ao final de outubro, de acordo com a lista publicada no sítio de internet da transportadora irlandesa. O documento divulgado mostra que serão cancelados entre seis e 14 ligações diárias, dos quais três são voos com destino a Portugal e sete são dos que têm como ponto de origem o território português, até final do próximo mês de outubro. Ainda que os aeroportos de Lisboa e do Porto sejam os principais afetados com este cancelamento de voos da Ryanair, nas semanas em causa, serão ainda canceladas seis ligações (três voos) de e para o aeroporto de Faro e oito ligações de e para a Terceira (Açores), o que corresponde a quatro voos.

A companhia aérea irlandesa justificou este cancelamento de 40 a 50 voos diários, num total de cerca de 2000 voos durante as seis semanas estipuladas, para «melhorar a sua pontualidade», pois afirma que esta caiu para «abaixo de 80 por cento» nas duas primeiras semanas de setembro. Na plataforma online da Rynair, a companhia refere ainda «uma falha no departamento de escalas de serviço» que levou à necessidade de cancelar 2100 dos 130 mil voos programados para operar em setembro e outubro de 2017.

«A todos os passageiros afetados foi enviado um e-mail e oferecido um voo com a Ryanair ou em alternativa o reembolso completo do valor pago pelo voo cancelado. Os clientes que tinham viagem marcada nos voos cancelados até dia 2 de outubro terão direito a compensação e/ou pagamento de despesas ao abrigo da Regulamento EU261/2004», informou a transportadora. Já os voos «cancelados a partir de 3 de outubro até dia 26 de outubro não terão direito a compensação. Para tornar mais fácil que os passageiros afetados possam reivindicar aquilo a que têm direito, de acordo com o Regulamento EU261/2004», a companhia publicou a lista de voos completa dos quais pagará compensação.

Categorias
Economia


Relacionado com: