Castro Marim terá duas novas unidades hoteleiras

O concelho de Castro Marim tem em curso quatro novas unidades hoteleiras, licenciadas ou em fase de licenciamento – duas em Castro Marim, uma em Altura e outra no interior, em Odeleite. O desenvolvimento destes projetos prevê um acréscimo de cerca de 500 camas turísticas no concelho, uma necessidade manifesta com o aumento da ocupação hoteleira no sotavento algarvio.

«A desburocratização dos processos de licenciamento e o estímulo à iniciativa privada têm promovido o aparecimento de novos investimentos. Recentemente, lançámos um concurso para a construção de um hotel em Castro Marim, uma lacuna há muito sentida na sede de concelho, rodeada por um património histórico, cultural e natural incomparável e que atraí um número de turistas considerável, que depois se vê obrigado a procurar alojamento fora», declara o presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, em nota enviada à imprensa.

Serão três hotéis rurais, um em Odeleite, no Vale das Gatas, com capacidade para 54 camas, e dois em castro Marim, na Zambujeira, já contratualizado e com 263 camas, e na Maravelha, também já contratualizado e com 105 camas. Em Altura, já em construção, é um apartamento-edifício, de três estrelas, que contempla 12 apartamentos, 3 espaços comerciais e uma loja/receção. O Eco Hotel da Maravelha é um projeto que vai diferenciar enormemente a oferta turística no Algarve, com bungalows em madeira, um projeto único que criará emprego local já no próximo ano.

Além dos novos empreendimentos turísticos, a autarquia de Castro Marim viabilizou também, em 2016, a ampliação do Praia Verde Boutique Hotel, que consistiu na duplicação da capacidade de alojamento do empreendimento, hoje também um polo de atração no concelho e nomeado na categoria Melhor Boutique Hotel, nos Portugal Travel Awards 2015. De 18 colaboradores, em três anos, o Boutique Hotel passou para 67 efetivos e para 120 nos períodos mais sazonais.

Ainda na área do apoio aos empreendimentos turísticos do concelho, tem o município sido um agente facilitador na dinamização Algarvelux-Construções e Empreendimentos SA.

Com esta dinâmica hoteleira, o Município de Castro Marim pretende dinamizar a economia local e o combate ao desemprego.

Categorias
Economia


Relacionado com:

  • A Raça Bovina Algarvia: mito ou realidade?

    Quem no Algarve viveu da agricultura antes dos anos 1970, lembra-se certamente de bovinos característicos da região, utilizados para trabalho e carne, e até leite para populações locais. Poderá...
  • Cinefilia

    Não haverá, porventura, ninguém que num dado momento da sua vida não tenha sonhado com o mundo do cinema, fazer parte do mesmo! No que, pessoalmente, me toca, a...
  • Joaquim

    Hoje, o céu está maior. Mais uma estrela brilha por lá. Partiu sereno, tranquilo e com a dignidade com que sempre viveu. Desde muito novo, imaginou e criou. Viu...
  • Turismo: um modelo à procura da centralização?

    A pergunta é legítima e tem plena razão de ser. Nos últimos anos, Lisboa procurou encontrar no turismo uma espécie de galinha dos ovos d’ouro, algo que, com muito...