Algarve vai ter mais de 50 milhões de euros para reabilitação urbana

PO CRESC ALGARVE 2020 contribui com 7 milhões de euros para os fundos de reabilitação urbana.

O Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbana (IFRRU 2020) que será cofinanciado com verbas do Fundo do Coesão e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) vai permitir que cheguem ao terreno linhas de financiamento para obras de reabilitação, da responsabilidade de pessoas singulares ou coletivas, e públicas ou privadas, segundo informa o Gabinete Comunicação Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.

O Programa Operacional Regional do Algarve CRESC ALGARVE 2020 contribui com 7 milhões de euros para este instrumento, o que vai permitir criar um Fundo Nacional (Fundo de fundos) para o qual vão convergir várias outras fontes de financiamento nacionais e comunitárias, que permitirá efetuar investimentos no Algarve em montante superior a 50 milhões de euros.

Nesta fase, o convite para apresentação de candidaturas destina-se à entidade gestora do IFRRU que tem até 13 de Abril para apresentar uma proposta. Após análise e decisão, será tornado público, como vai ser constituído o Fundo de fundos que vai dar corpo ao IFRRU, que financiará instrumentos financeiros regionais retalhistas e chegará aos promotores finais através de linhas de crédito ou prestação de garantias.

Estes produtos financeiros do Portugal 2020 deverão estar em funcionamento até ao final de 2016 e servirão para apoiar projetos como a reabilitação de edifícios ou a reabilitação e reconversão de unidades industriais abandonadas, para a instalação de habitações, equipamentos de uso público, comércio ou serviços localizados em Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) no âmbito dos Planos de Ação para a Reabilitação Urbana (PARU) em elaboração pelos Municípios.

Para mais informação consulte o aviso em http://algarve2020.eu/info/aviso/alg-16-2016-03

Categorias
Economia


Relacionado com: