Tudo a postos para o lançamento do «365 Algarve» em Faro

Anabela Afonso, comissária do programa «365 Algarve» e a cantora Sara Afonso.

A terceira edição do programa cultural «365 Algarve», que dinamiza a região em época baixa com espetáculos de qualidade, será apresentado hoje, quinta-feira, 4 de outubro, em Faro. O tema deste ano é a viagem, motivo pelo qual a cerimónia de abertura será marcada por um concerto dedicado ao acordeão, «intrépido viajante que teve origem na China, mas que cruzou mares pelo mundo fora e se popularizou no Algarve e em Portugal, espalhando melodias e unindo comunidades», explica a organização.

No Jardim Manuel Bívar, às 21h30, os músicos algarvios João Frade (acordeão) e Sara Afonso (voz) juntam-se às Moçoilas, grupo de cantares da Serra do Caldeirão e a Ana Bacalhau, numa viagem musical por estilos diferentes e territórios distantes, sem deixar de passar pela música popular algarvia e portuguesa. O concerto será apresentado por Rui Unas e é de entrada livre.

Nos próximos oito meses, o «365 Algarve» disponibilizará 402 espetáculos, dos quais mais de uma centena são concertos, 52 são peças de teatro e 93 são eventos e visitas a património cultural, cruzando áreas como a música, o novo circo, as artes de rua, a dança, o cinema e a literatura.

A oferta cultural totaliza 50 eventos por mês «e pretende ser diferenciadora e complementar à já existente, atraindo público às zonas mais periféricas e interiores do Algarve», bem como permitindo novas experiências tanto a quem está no território em permanência, como de passagem, explicam ainda os responsáveis.

O programa é financiado em 1,5 milhões de euros pelo Turismo de Portugal e operacionalizado pela Região de Turismo do Algarve (RTA) e pela Associação de Turismo do Algarve (ATA). Nos últimos dois anos promoveu 1151 iniciativas e apoiou 89 projetos, a que assistiram 275 mil pessoas, num investimento global de três milhões de euros.

Categorias
Destaque


Relacionado com: