Maior grupo coral infantil do país é louletano e apresenta-se amanhã pela primeira vez

Para já são 400 os alunos do concelho que integram o Grupo Coral Infantil de Loulé, mas no futuro, o responsável pelo projeto pondera a hipótese de vir a inscrever este coletivo de jovens cantores no «Guinness World Records».

Este ano, as crianças do concelho de Loulé vão ter uma prenda especial no sapatinho. Amanhã, sexta-feira, 1 de dezembro, às 15 horas, o Grupo Coral Infantil de Loulé, irá atuar em frente à Câmara Municipal, num concerto especial em que serão distribuídos, gratuitamente, alguns dos 15 mil discos de Natal que este coletivo gravou em outubro último. Este momento marca também o arranque programa de animação natalícia do concelho.

O projeto nasceu pelas mãos do compositor e professor de educação musical Ricardo Silva, 44 anos, em 1999 e funcionou até 2015, com o intuito de «proporcionar às crianças do concelho de Loulé a oportunidade de poderem participar livremente num grupo coral», explicou o docente ao «barlavento». «Chegámos a ter 100 crianças. No entanto, com a crise em 2015, o grupo fez uma pausa e recentemente surgiu a oportunidade de o recuperar», explica. Um incentivo para a continuidade do coletivo foi a gravação do CD intitulado «Canções de Natal», registado nos Claustros do Convento de Loulé. O álbum é composto por oito temas, sendo seis deles, composições originais de Ricardo Silva.

Os ensaios decorreram no local e também no Centro Paroquial de Loulé, pois devido ao grande número de cantores foi necessário dividir as 400 crianças em oito grupos distintos, coordenados por uma atenta equipa de 12 pessoas.
Na prática, os professores de cada um dos estabelecimentos de ensino público do concelho selecionaram três alunos, com idades entre os 6 e os 10 anos, do 1º ciclo para formarem o grupo.

«Muitas foram as crianças que quiseram participar mas tiveram de ficar de fora por questões logísticas», lamenta, embora, no futuro próximo haverá oportunidade de alinhar novos elementos no coro. O professor de música espera conseguir bater o recorde do mundo e ter 700 crianças a cantar e atuar em simultâneo, proeza que só se conseguirá realizar expandindo o coletivo. Ricardo Silva deixa em aberto a possibilidade de, no próximo ano, abrir inscrições para que crianças de todos os concelhos do Algarve possam candidatar-se e integrar e o grupo.

Ricardo Silva defende que «a música existe na nossa vida desde sempre e é muito importante para o desenvolvimento físico, intelectual e para o convívio das crianças. Para os miúdos, participar neste projeto representa uma experiência da qual nunca mais se vão esquecer na sua vida».

Outra das iniciativas do Grupo Coral Infantil de Loulé é o lançamento de um livro com ilustrações da autoria dos estudantes de todas as escolas. «A capa e o desenho do CD foram feitos pelos alunos de artes da Escola Secundária de Loulé.

Já no livro podemos encontrar todas as letras das canções, as partituras dos temas, e o nome de todas as crianças que participaram no projeto. É um livro para cantar», refere. Em paralelo, todos os desenhos estarão em exposição nas várias montras das lojas do concelho de Loulé. Isto porque este é «um projeto que envolve toda a gente: comunidade escolar, civil e até o comercio local», explica.

Após a época de Natal, o responsável garante que o grupo continuará a trabalhar para futuras atuações a realizar em efemérides, por exemplo, o Dia da Cidade, ou o Dia da Criança. «Iremos participar em vários eventos. O CD marcou o reinício do trabalho, mas o grupo é para continuar a crescer».

As próximas atuações do jovem coro serão no dia 9 de dezembro, na Rua Vasco da Gama, em Quarteira, às 15h30, e no dia 16 de dezembro na Rua do Centro Comunitário, em Almancil, às 14h30.

Estão ainda previstos recitais no Centro Comercial Mar Shopping Algarve, Café Calcinha, Igreja de São Francisco, e na loja IKEA de Loulé.

Digressão do musical «Panda e os Caricas» começa em Loulé

«Panda e os Caricas no Cinema» é o novo musical destinado ao público mais pequeno, que está de regresso aos palcos nacionais para oito dias de espetáculos de norte a sul de Portugal, com arranque agendado para 2 de dezembro, no Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé. O espetáculo baseia-se no mais recente CD/DVD, «Panda e os Caricas 4», com a interpretação garantida de temas como «Sexta-Feira (Estudei A Semana Inteira)», «O Autocarro do Panda» ou «Eu Gosto de Dançar», cujos vídeos já ultrapassaram, cada um, um milhão de visualizações no YouTube/VEVO. O Canal Panda regressa assim, pelo sexto ano consecutivo, com a digressão nacional do musical, embarcando numa aventura pela história de Hollywood, onde as personagens terão oportunidade de viajar pelo mundo do cinema mudo, a preto e branco, mas sempre com muita cor e animação. Os bilhetes já se encontram à venda na Fnac, Worten, ticketline, bilheteira online e pontos de venda habituais, com preços que variam entre os 15 e os 35 euros (bilhete individual).

Categorias
Destaque


Relacionado com: