IKEA de Loulé abre a 30 de março

A loja IKEA de Loulé abre as portas na quinta-feira, 30 de março. O anúncio foi feito hoje durante um almoço com a imprensa, que serviu para apresentar o diretor da loja algarvia.

Com 25 anos de experiência, a nível nacional e internacional, Abdelhak Ayadi vai ser o responsável pelas operações do grupo sueco em Loulé.

«O dia de abertura será massivo. Não posso adiantar muito, mas além de descontos especiais, iremos também apresentar a filosofia do IKEA, os nossos valores e como nos relacionamos com as pessoas. Será um dia repleto de surpresas e animação. As minhas expectativas para esta inauguração estão bastante altas», adiantou Abdelhak Ayadi, 51 anos, o novo diretor responsável pelas operações da loja do grupo sueco em Loulé.

Com 25 anos de experiência a nível nacional e internacional, «Arak», alcunha com que é conhecido na empresa, fez questão de salientar que «não vendemos mobiliário. Vendemos soluções para uma vida melhor em casa. Para isso, foi necessário perceber como as pessoas vivem no mercado onde estamos inseridos e entender como pudemos proporcionar-lhes mais conforto. Isto só se consegue vendo in loco como se vive, por exemplo, no Algarve». O responsável diz ainda já ter visitado muitas casas algarvias para entender como funciona o quotidiano das famílias do sul de Portugal.

O novo diretor do IKEA Loulé nasceu em França. É um dos nove filhos de emigrantes argelinos. Tem dois filhos que residem em Londres e mudou-se em dezembro passado para o Algarve, onde vive agora na companhia da sua noiva, uma portuguesa de Aljustrel, facto que ajudou bastante na decisão de ingressar neste novo desafio profissional.

Ambos vivem agora no concelho de Loulé.

Abdelhak Ayadi diz sentir-se «muito bem-vindo aqui» e bastante «impressionado com os algarvios, pois vejo que são pessoas muito trabalhadoras, esforçadas e com ideias claras daquilo que querem».

Portugal foi na verdade o primeiro destino para o qual viajou durante a sua juventude, quando tinha 15 anos e conhece muitas cidades portuguesas.

Neste momento, os trabalhadores recrutados para a loja de Loulé estão em Lisboa a receber formação. O ordenado mínimo pago pelo IKEA, avançou, será de 625 euros mais subsídio de alimentação, entre outros benefícios. A loja irá gerar 200 postos de trabalho fixos sendo que o número pode ascender aos 250 nos meses de verão.

Abdelhak Ayadi começou o seu percurso na loja IKEA de Bordéus, na França, como estagiário no departamento Ikea Bussiness. Depois de passar pela área de vendas a nível local e nacional, participou em vários projetos internacionais na IKEA of Sweden – unidade onde são desenvolvidos todos os produtos e soluções da marca. Foi diretor de loja em Itália e assume agora a função de diretor da primeira loja da multinacional sueca de mobiliário e decoração no Algarve.

A IKEA Loulé enquadra-se num projeto do grupo IEKA que inclui um centro comercial (com abertura prevista para o verão de 2017) e um outlet, num investimento total que ronda os 200 milhões de euros.

Com cerca de 24 mil metros quadrados, distribuídos por dois pisos, esta nova loja aposta também na sustentabilidade ambiental, com a instalação de uma rede de painéis solares fotovoltaicos que irá produzir energia para autoconsumo da loja, cujo orçamento é quase 1 milhão de euros.

Esta é a quinta loja da marca sueca em Portugal, e enquadra-se no plano de expansão do grupo IKEA que prevê ter 10 pontos de venda no país até 2025.

Categorias
Destaque


Relacionado com: