Há «Cataplay» para degustar no domingo em Faro

«Cataplay» é a mais recente criação que junta gastronomia, teatro, música ao vivo e até coreografias. Estreia no domingo, 10 de dezembro, às 18 horas, no restaurante Tertúlia Algarvia, em Faro.
Tânia Silva e Mário Spencer.

A ideia tem estado a maturar desde janeiro. Tânia Silva, conhecida do público algarvio pelo seu trabalho no elenco da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, e também pelo lado poético e musical que explora com o ator e compositor Afonso Dias, um pouco por toda a região, é a mentora desta criação. Foi desafiada por um amigo, e fazia sentido, até porque poderia ser um trabalho a candidatar ao programa «365 Algarve».

«Pensei logo em desenvolver um espetáculo tendo por base um utensílio de cozinha tipicamente algarvio: a cataplana. Durante a peça falamos sobre as origens, como se faz e como deve ser apreciada à mesa. E é também um pretexto para abordarmos outros assuntos intemporais de forma divertida», explicou ao «barlavento», durante um ensaio aberto à imprensa, na terça-feira, 5 de dezembro.

Para contracenar, convidou o músico e ator Mário Spencer, companheiro de muitos palcos e com quem partilha uma química especial. Apesar da agenda apertada de ambos, o fio condutor da peça foi sendo delineado com vários contributos. «Sim, fui convidando outros amigos para integrarem o projeto. No final, encontrámos na Tertúlia Algarvia o parceiro certo para promover o espetáculo final», acrescentou.
A encenação é de João de Brito, o texto de Joana Guita Pinto e os figurinos de Filipe Correia.

De acordo com Mário Spencer, os ensaios demoraram quatro semanas. A história tem todos os condimentos para saber bem. «Trata-se de duelo entre um chef árabe e uma chef marafada! Ambos questionam a origem da cataplana», uma conversa temperada com ingredientes «como o amor, a sorte, a saúde, a música, a dança», revelou. No final de cada apresentação, os espetadores são convidados a degustar uma receita de cataplana confeccionada pela equipa da cozinha da Tertúlia Algarvia.

«Cataplay» estreia no domingo, 10 de dezembro, às18 horas. Depois fará uma tournée pela região, de fevereiro a maio de 2018. Assim, estão confirmadas exibições no Centro Cultural António Aleixo, em Vila Real de Santo António (2 de fevereiro); no Centro Cultural de Vila do Bispo (4 de março); na Galeria de Arte da Praça do Mar, em Quarteira (dias 28 e 29 de março); e no Mercado da Ribeira, em Tavira (22 de abril).
Em Faro, «Cataplay» passará de novo na sala da Tertúlia Algarvia, dias 4 e 11 de fevereiro, 25 de março e 13 de maio. O preço dos bilhetes será de 10 euros, 7 para estudantes ou seniores, ou 25 euros para famílias (dois adultos e duas crianças até 13 anos).

O espetáculo contará ainda com duas versões: uma em português e legendada em inglês, e uma outra sessão, falada em inglês e legendada em português.

cof

Tânia Silva é natural de Faro, pós-graduada em comunicação, cultura e artes, com especialização em teatro pela Universidade do Algarve. Fez a formação de atores da ACTA. Mário Spencer é natural da Guiné-Bissau, radicado desde jovem no Algarve e também se formou na companhia de teatro do Algarve.

Esta é uma iniciativa promovida pela Tertúlia Algarvia com financiamento do programa «365 Algarve», e o apoio de Fera – Associação Cultural, Mário Spencer Entertainment, ETIC_Algarve, municípios de Faro, Loulé, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António e da ACTA.

Categorias
Destaque


Relacionado com: