Portimonense derrubou Guimarães em casa

Nakajima foi eleito o jogador da partida, onde bisou na primeira vitória dos algarvios nesta época num espetáculo com cinco golos.

O Portimonense venceu o Vitória de Guimarães por 3-2, no Estádio Municipal de Portimão, no domingo à noite, 23 de setembro, num jogo a contar para a quinta jornada desta época da primeira liga.
O japonês Shoya Nakajima brilhou na equipa dos algarvios, depois de marcar dois golos, e ter feito uma assistência a Paulinho, que deu outro golo aos alvinegros. Foi também neste regresso aos triunfos que Jackson Martinez voltou à competição, num jogo emotivo, sobretudo na segunda metade, onde foram marcados quatro dos cinco golos da partida.
Aliás, os algarvios começaram melhor, quando aos cinco minutos Nakajima inaugurou o marcador, num resultado vantajoso para os algarvios, que se manteve até ao final do primeiro tempo. Na segunda parte, aos 65 minutos, um auto-golo de Jadson levou ao empate, mas foi sol de pouca dura, pois quatro minutos depois Paulinho colocou os alvinegros a ganhar. Foi neste momento do jogo que António Folha, treinador do Portimonense, fez entrar Jackson Martínez, antigo jogador do Futebol Clube do Porto, que não estava em campo há já dois anos devido a sucessivas lesões. Este avançado é uma das grandes apostas dos responsáveis do Portimonense para compor a frente de ataque da equipa.
No entanto, o Vitória de Guimarães não se deixou ficar e ainda conseguiu chegar à baliza de Léo, aos 62 minutos, através de Ola John. Perto do fim, Nakajima voltaria ao ataque, marcando um golo, num chapéu perfeito a Douglas, que levantou o estádio. Consolidou a vitória, quando falatavam poucos minutos para o final da partida.
Para o treinador dos algarvios António Folha, «o Portimonense fez um bom jogo, um jogo competente, tendo sofrido um auto-golo. A sorte já estava a tentar bater-nos à porta outra vez, o que tem sido uma constante, mas hoje tivemos a felicidade de dar uma boa resposta, numa vitória justa contra uma excelente equipa, que nos colocou dificuldades. Tivemos de jogar no nosso limite». O treinador destacou a atitude da equipa, que respondeu bem e esteve à altura do desafio.

Categorias
Desporto


Relacionado com: