Nata do futsal europeu joga no Portimão Arena

Último fim de semana de agosto será dedicado à modalidade, na qual, o português Ricardinho tem sido a grande estrela.

Sport Lisboa e Benfica, Sporting Clube de Portugal, FC Barcelona Lassa e Inter Movistar FS são as quatro equipas de futsal que prometem encher o Portimão Arena, durante o Record Masters Cup 2017, no último fim de semana de agosto, nos dias 26 e 27. A segunda edição do torneio muda-se, assim, para a cidade portimonense, depois da estreia em 2015, no Meo Arena, em Lisboa. Serão oito provas que despertarão a atenção de residentes e turistas, estando ainda previsto um jogo solidário que antecede o início do Record Masters Cup 2017, no dia 25 de agosto, às 18h00.

Os encarnados abrem o torneio num jogo contra os espanhóis do Barcelona, no sábado, 26 de agosto, às 14h30, seguindo-se o Sporting contra o Inter Movistar, às 19h00. No dia seguinte, a 27, o Barcelona defronta o Sporting, às 14h30, enquanto o Inter enfrenta o Benfica. A vertente solidária coloca a equipa da terra, o Portimonense, frente ao Real Bétis Balompié, na sexta-feira.

Durante a conferência de imprensa de apresentação do evento, na quinta-feira, 27 de julho, no Tivoli Marina, na Praia da Rocha, António Magalhães, diretor do jornal Record, garantiu que «sem o entusiasmo das entidades não seria possível a realização do evento que vai seguramente marcar o verão desportivo este ano. Para mim, é um prazer associar o Record a um torneio que reúne a nata do futsal europeu. São eles que potenciam o impacto desta prova».

«As expetativas obrigatoriamente são altas. E falamos muito dos jogadores, mas são também dirigentes de topo e os melhores treinadores do mundo. Acho que temos tudo. Se não estivéssemos prontos para organizar este torneio, com certeza que estas equipas não estariam aqui», argumentou ainda Paulo Jorge, responsável da Unisports, durante a conferência de imprensa.

O responsável pela publicação desportiva diária também enalteceu a disponibilidade dos clubes em participar. «Não foi apenas um sinal de vontade em cooperar, mas uma mostra da absoluta confiança que têm na organização e de que este é um momento competitivo altamente desafiante. É isso que pretendemos com a Record Masters Cup». Assinalará «a reentré da temporada no futsal, tendo ainda uma componente solidária que muito nos agrada», acrescentou António Magalhães.

O diretor do jornal Record louvou ainda a participação dos dirigentes da secção de futsal do Benfica (Gonçalo Alves) e Sporting (Miguel Albuquerque), que se deslocaram da capital ao Algarve para a apresentação do evento, organizado em parceria com a Unisports.

Aliás, este torneio marca a estreia de Gonçalo Alves nas funções de dirigente da secção benfiquista nesta modalidade, depois de um percurso como capitão dos encarnados, até à época anterior. O ex-jogador começou a formação no Sporting. «Todos temos consciência do contexto agreste que os dois clubes [Benfica e Sporting] vivem, por isso a presença de ambos no Masters Cup é um contributo importante para que a rivalidade que existe seja altamente competitiva, porque é o que os move, mas acima de tudo saudável», afirmou António Magalhães.

A escolha da região para este torneio agradou a Alves Caetano, presidente da Associação de Futebol do Algarve, que espera que «o torneio decorra dentro do maior espírito de fairplay possível» e que «todas as equipas se batam por um resultado digno».

Esta não é a primeira vez que o Portimão Arena recebe uma competição importante desta modalidade, até porque, como recordou Alves Caetano, a associação que dirige, em conjunto com a Federação Portuguesa de Futebol, já organizou naquele espaço uma taça que teve como protagonistas o Benfica e o Sporting. «Decorreu dentro da normalidade e com grande afluência de público», sendo a expetativa que, nesta prova, «o público possa comparecer em massa e encher por completo o pavilhão».

Por outro lado, este será um «espetáculo interessante que complementa muito bem o sol e praia da região. Até porque, ainda que o Algarve esteja cheio, há lugar para todos nós e para aqueles que nos queiram visitar», afirmou Pedro Lopes, da Associação de Turismo de Portimão (ATP), parceira do Masters Cup.

Já a presidente da Câmara Municipal de Portimão Isilda Gomes considera que as iniciativas de cariz desportivo fazem todo o sentido num ano marcado pela subida do Portimonense Futebol SAD à Liga NOS e pela candidatura do município a Cidade Europeia do Desporto 2019.

«O desporto não tem tido a projeção que devia, sendo agora altura de apostarmos nesta área. E esta é uma forma de divulgar uma modalidade acarinhada na cidade, porque temos as equipas de futsal do Portimonense, do Boavista, da Pedra Mourinha e Gejupce», enumerou a autarca.

Além do desporto, o torneio, onde participam equipas de renome, ajudará a promover o concelho a nível interno e externo. «Nós já estamos a projetar Portimão na área dos desportos motorizados, seja através do Autódromo Internacional do Algarve, seja da F1 de Motonáutica. Faltava-nos um torneio como este. É um esforço, mas quando tem que se optar temos que avaliar quais as mais-valias e o retorno que traz para o município», justificou ainda a edil.

No final, houve ainda tempo para assistir a uma mensagem vídeo do português que tem sido a estrela do futsal e que enverga a camisola do Inter Movistar. Ricardinho convidou, assim, a deslocarem-se ao Portimão Arena, onde vão estar «quatro das melhores equipas do mundo», assegurando ainda que «vai ser um prazer jogar em casa».

As entradas para assistir à competição custam cinco euros por jogo, havendo ainda a transmissão do torneio a partir da CMTV. Os bilhetes estarão à venda nos locais habituais e nas plataformas online tradicionais, bem como no Teatro Municipal de Portimão, de terça a sábado, das 13h30 às 18h00, no Portimão Arena, nos dias úteis, das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 16h30.

Categorias
Desporto


Relacionado com: