Jovens do BTT «Terra de Loulé» em estágio da Seleção Nacional

Márcio Peralta

Os atletas de BTT algarvios Márcio Peralta e Rodolfo Serafin estiveram no passada fim de semana em Anadia, convocados pelo selecionador nacional da modalidade, Pedro Vigário, para um estágio multidisciplinar do escalão de Juniores, com vista a uma cuidada preparação da época de 2017.  Os dois jovens integravam o escalão de Cadetes na época de 2016 e estiveram quase sempre em evidência nacional.

Márcio Peralta sagrou-se Campeão Nacional de BTT-XCO Cadetes masculinos em julho, enquanto que Rodolfo Serafin foi vice-campeão Nacional. Em setembro, no final do conjunto de cinco provas que constituiu a Taça Cyclin’ Portugal XCO, Márcio Peralta foi o segundo classificado na geral de Cadetes com Rodolfo Serafin a ocupar o terceiro lugar.

A este grupo juntar-se-á em breve outro louletano, Rafael Rita, que só não integrou o grupo em virtude de uma lesão. Rita venceu a última prova da Taça Cyclin’ Portugal XCO, em Oliveira de Azeméis, e sagrou-se Campeão algarvio BTT-XCO 2016. Márcio Peralta e Rodolfo Serafin foram agora chamados pela primeira vez por Pedro Vigário. No estágio da Anadia, que decorreu de sexta-feira a domingo último, estiveram presentes outros cinco Juniores masculinos, e uma equipa que incluiu selecionador nacional, psicólogo, médico, nutricionista, fisioterapeuta e ainda o assessor de comunicação da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Pedro Vigário explicou ao «barlavento» os objetivos do estágio e também do plano de trabalho para os oito juniores. «Por um lado, queremos preparar o futuro próximo. Por outro, metas a atingir a médio prazo. Este grupo começa agora a integrar a Seleção Nacional e a ter um sistema integrado de acompanhamento de toda a estrutura da UVP-FPC. No curto prazo, queremos que tenha as melhores condições possíveis para evoluir e, por isso, a formação destes jovens será sempre uma vertente fundamental na nossa ação. Em termos competitivos, as ambições não são pequenas. No curto prazo temos provas internacionais em Espanha e da Taça do Mundo. E queremos também conseguir o apuramento para os Jogos Olímpicos da Juventude 2018. No médio prazo, este grupo de juniores terá sempre, naturalmente, os olhos postos nos Jogos Olímpicos de 2024».

O selecionador nacional de BTT deixou ainda uma palavra de incentivo. «Apesar de alguns deles terem apenas 16 anos, têm já uma mentalidade profissional e grande preocupação em fazerem tudo bem. Por isso as expectativas de toda a equipa técnica são bastante grandes», elogiou.

Sobre o BTT-XCO algarvio, Pedro Vigário afirmou que a escola do Algarve é muito interessante, e um exemplo a estudar e seguir. «Não é por acaso que em oito juniores, três vêm do Algarve. Mas também é verdade que teremos que superar a descontinuidade para os escalões etários seguintes, de Sub-23 e Elites, onde o Algarve está ainda insuficientemente representado. Acredito que com o trabalho que agora estamos a começar, num futuro próximo esse problema estará resolvido», admitiu.

Márcio Peralta, também contactado pelo «barlavento», contou um pouco da história desta convocatória. «Há mais ou menos duas semanas a Federação contactou o presidente do Clube (de BTT Terra de Loulé) e depois o selecionador nacional telefonou-nos. Não estava nada à espera, mas foi muito bom!»

Sobre o estágio afirmou que «foi óptimo, correu muito bem. Aprendemos coisas novas e é bom saber que temos várias pessoas disponíveis para nos ajudar, sempre que sentirmos essa necessidade. E também vamos ter vários estágios em 2017, e por isso espero continuar a evoluir e ser cada vez melhor no BTT. Fazer provas em Espanha e em outros países da Europa, pela Seleção Portuguesa, é quase um sonho. Vamos começar a época super motivados e vamos dar sempre o melhor de nós. Pensar que daqui a menos de um ano podemos estar na Austrália, no Campeonato do Mundo, é fantástico», concluiu.

Categorias
Desporto


Relacionado com: