Realidade aumentada, música, dança e exposições brindam o 10º aniversário do Museu de Portimão

Durante o mês de maio o Museu de Portimão assinala 10 anos de existência com atividades para as famílias, novas exposições, música, dança, corrida fotográfica e várias surpresas, estando o dia 19 reservado para os momentos altos desta efeméride.

Nos primeiros dois fins-de-semana as atividades realizam-se, às 16h00, na Oficina Educativa do Museu e destinam-se às famílias. No dia 5 iremos assistir ao filme sobre as lendas do algarve, realizado pelos participantes das Férias da Páscoa, e no dia 6 o desafio é para construir fantoches de dedo do rei mouro e da princesa Gilda.

No dia 17, às 18h00, terá lugar o lançamento da 2ª Edição «Cartas de Manuel Teixeira Gomes a João de Barros», uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Portimão e da Câmara Municipal da Figueira da Foz, que contará com a apresentação do Professor Guilherme de Oliveira Martins.

O Dia Internacional dos Museus, este ano sob o do mote «Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos» é assinalado em Portimão com entrada gratuita e um convite especial aos visitantes desse dia para testarem a nova aplicação que será apresentada no dia seguinte, dia 19 de maio, no âmbito do 10º aniversário, como uma forma de ampliar a «hiperconexão» do museu.

Programa 10º aniversário

No dia 19, das 09h00 às 23h00, os concorrentes da 18ª Corrida Fotográfica de Portimão, este ano com uma modalidade noturna, passarão pelos diferentes postos de controlo onde irão receber a indicação dos 8 ou 11 temas a fotografar e às 16h00 realiza-se a inauguração da exposição «Gentes da terra e do mar», uma mostra que ocupará as duas salas de exposição temporárias e permitirá um olhar sobre a dualidade de realidades que sempre estiveram presentes na evolução de Portimão. Por um lado as atividades ligadas à terra e por outro a pesca artesanal e industrial, sendo a Praça e o Mercado os lugares em destaque, onde ambas se encontram.

Nesta ocasião os visitantes serão convidados a agarrar o seu telefone e a descarregar a nova app do museu ou a colocar os óculos de realidade aumentada para viverem uma experiência digital com Guias Multimédia. Este novo suporte é uma ferramenta para todos com um caráter inclusivo, que permitirá aos visitantes com necessidades especiais descobrir a exposição de referência do museu de uma forma interativa.

Às 17h30 o som do acordeão chama os convidados para junto do transportador de peixe, no exterior do museu, para partirem o Bolo do 10º Aniversário, alusivo à terra e ao mar, e degustarem as diferentes iguarias acompanhadas por uma seleção de vinhos regionais.

As comemorações do 10.º aniversário continuam a partir das 21h00, com o museu associado à iniciativa «Noite Europeia dos Museus», que por toda a Europa se celebra nesta data. A fachada da antiga fábrica ganhará uma nova vida através de um magnífico espetáculo de luz e cor e a performance de dança contemporânea intitulada «petingas em rede» pela Dancenema, convidará todos os presentes a entrar no museu, de lanterna na mão, para descobrir o outro lado deste espaço ao som das Guitarras do Conservatório de Música de Portimão.

No dia 26 de maio, às 17h00, realiza-se a inauguração de duas exposições. No hall ficará patente o conjunto de obras «Tesouros do Mar» de Vera Christians, que reflete aspetos da vida marinha e no exterior do museu uma mostra de imagens intitulada «Rio Arade – Uma maré cheia de Histórias» que pretende dar a conhecer a evolução das atividades económicas, desportivas e culturais relacionadas com o rio Arade e as suas margens.

Inaugurado em 2008, o Museu de Portimão recebeu nesse ano uma menção honrosa na categoria «Melhor Museu Português», pela Associação Portuguesa de Museologia, e no ano seguinte pelo Turismo de Portugal, na categoria «Novo Evento Público».

Em 2010 foi distinguido internacionalmente com o prestigiante prémio «Museu Conselho da Europa» e em 2011 com o prémio «DASA – Mundo do Trabalho 2011».

Ainda nesse ano foi premiado pelo filme «À conversa com Manuel Teixeira Gomes», no Festival Tour Film Brazil 2011, realizado em Florianópolis, com a “Arara de Prata – Jovens Talentos”.

Em 2015 voltou a ser distinguido pela Associação Portuguesa de Museologia com o prémio «Inovação e Criatividade», pelo projeto «A nossa cultura sai à rua».

Com a reconversão da antiga fábrica de conservas em «fábrica de histórias», o Museu de Portimão surge como um local especificamente vocacionado para o estudo e promoção da identidade cultural e social da Comunidade Portimonense, da evolução e singularidade do seu percurso histórico e para a prestação de um conjunto de serviços, aberto a todos os cidadãos, à sua formação, fruição e iniciativa.

Numa relação de forte proximidade com a comunidade local o Museu de Portimão constitui-se como um importante e dinâmico laboratório de ideias e projetos para a afirmação do território do Município revelando-se uma mais-valia turística para toda a região algarvia. Realizou entre 2008 e 2018 mais de 60 exposições e recebeu cerca de 560.000 visitantes de inúmeras nacionalidades.

Categorias
Cultura


Relacionado com: