Prémio «Estação Imagem» pela primeira vez no Algarve em abril

É um dos poucos acontecimentos ligados ao fotojornalismo em Portugal. O prémio «Estação Imagem», teve a primeira edição em 2010 e, assim, está prestes a cumprir oito anos a reconhecer os melhores trabalhos dos fotojornalistas portugueses, dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e da Galiza, bem como dos estrangeiros a residir nestes territórios.

Cada concurso resulta numa exposição itinerante, sendo que as fotografias premiadas em 2016 vão marcar a estreia deste galardão no Algarve, promovida pelos Encontros de Fotografia de Lagoa 2017, organizados pela autarquia local com o apoio da Universidade do Algarve (UAlg). A exposição estará no Parque Municipal do Sítio das Fontes de Estômbar, entre 7 de abril e 6 de maio, seguindo depois para Biblioteca António Rosa Mendes, no Campus de Gambelas da UAlg, entre 11 de maio e 9 de junho.

O fotojornalista português Mário Cruz foi o principal vencedor da edição de 2016 deste prémio, com a série fotográfica «Talibés, escravos contemporâneos», registada no Senegal e na Guiné-Bissau em maio e junho de 2015. Foi um trabalho muito reconhecido, já que venceu também o primeiro prémio da categoria Contemporary Issues no World Press Photo 2016. Além disso, venceu o galardão Picture of the Year International (POYi 2016) na categoria Issue Reporting Picture Story, e também mereceu a atenção dos prestigiados Magnum Photography Awards, no ano passado.

Um outro fotojornalista português que integra o prémio «Estação Imagem» na categoria notícias, é José Carlos Carvalho, com a série «Quem ri por último ri melhor», sobre o entendimento entre os partidos de esquerda que permitiu a António Costa assumir o cargo de primeiro-ministro de Portugal em 2015, tendo ainda recebido uma menção honrosa pela reportagem «Aqui Morreu uma Mulher», sobre o fenómeno da violência doméstica.

Este autor colaborou com os Encontros de Fotografia de Lagoa no ano passado, com duas imagens para a iniciativa migrações à força, expostas nas paredes exteriores do Forte de Nossa Senhora da Encarnação, em Carvoeiro, durante o verão.

O prémio «Estação Imagem» é atribuído por uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 2007 e que se tem notabilizado em Portugal pela organização anual de um galardão internacional de fotojornalismo. Desde o ano passado que o município minhoto de Viana do Castelo é o principal patrocinador, ao qual se juntam a Casa da Imprensa, RTP, Agência Lusa e o jornal «Público». A presença no Algarve dever-se-á estender aos próximos anos.

Categorias
Cultura


Relacionado com: