Orquestra Clássica do Sul dá as boas vindas a 2017

A Orquestra Clássica do Sul (OCS) celebra a chegada do novo ano com música. No dia 1 de Janeiro, os tradicionais Concertos de Ano Novo acontecem no Cineteatro Louletano, em Loulé, com duas sessões consecutivas (uma às 16:00h e outra às 18:00h). Estes concertos sugerem celebração e, ao estilo de Viena, apresentam Valsas e Polcas de Strauss, além de outros clássicos de Mozart, Haydn, Bartók, Beethoven e Brahms. A direção musical será da responsabilidade do maestro convidado Ben Palmer.

Ben Palmer é Director Artístico da OSP (Orchestra of St. Paul’s) e do coro de câmara The Syred Consort, além de ser frequentemente requisitado como maestro convidado por todo o Reino Unido, assim como no estrangeiro.

No dia 14, a OCS apresenta mais um Concerto de Ano Novo, desta vez em Beja, no Teatro Pax Julia, às 21h30.

O reportório oferece Marchas e Polcas da família Strauss e ainda outros temas, como a «Branca de Neve e os Sete Anões» ou ainda «Beatlecracker Suite», uma mistura de Beatles com o «Quebra-Nozes» de Tchaikovsky. O maestro associado da OCS, John Avery, dirige a orquestra neste concerto.

Com o início do ano, chega também a nova temporada artística da OCS. Em 2017, a OCS investe em projetos de continuidade, como é o caso dos Concertos Promenade e Pedagógicos, dos ciclos de programação regular, como os de música de câmara, o «Loulé Clássico» e a «Clássica na Santa Casa», e na reativação de outros ciclos, como os de «Solistas da OCS», «Música e Natureza», «Clássicos Light» e «Grandes Sinfonias Clássicas».

Nesta temporada, além da coprodução do já habitual Festival Caixa a Sul nos meses de Verão, participa também em onze concertos da 32ª edição do FIMA – Festival Internacional de Música do Algarve, contando com apresentações de música de câmara, corais, de piano e de um evento gastronómico aliado à música.

Categorias
Cultura


Relacionado com: