Oitava edição do Festival Verão Azul prestes a arrancar

O Verão Azul – Festival de Artes Performativas faz de novo o Algarve a sua casa e apresenta, pelo oitavo ano consecutivo, uma extensa programação nas áreas das artes performativas, artes visuais, cinema e música.

O que é um dos mais relevantes eventos a promover a descentralização da difusão da arte contemporânea em Portugal chega à 8ª edição e, seguindo a sua lógica de interligação entre os municípios do eixo Barlavento–Sotavento, escolhe as cidades de Lagos e Faro para dois momentos de aproximação e sensibilização da comunidade à criação nacional e internacional.

De 17 a 28 de outubro, vários locais das duas cidades recebem um conjunto de propostas transdisciplinares que pretende continuar a cristalizar a razão pela qual o evento foi inaugurado em 2010, ou seja, fortalecer o posicionamento do Algarve enquanto pólo de criação artística contemporânea, afirmando a região como lugar de forte expressão artística e singularidade estética.

O programa deste ano privilegia obras de carácter mais experimental, de artistas consagrados e emergentes, com destaque para os espectáculos de nomes da nova dança portuguesa como Vera Mantero, Francisco Camacho ou João Fiadeiro.

Tiago Rodrigues é um dos grandes destaque ao apresentar, pela primeira vez no Algarve, a sua muito internacional versão do amor impossível de «António e Cléopatra».

No que a música diz respeito, confirmação do trio de Alex Zhang Hungtai, Gabriel Ferrandini e David Maranha, que actuará em Lagos, e de Murcof & Vanessa Wagner que irão apresentar «Statea», no Teatro das Figuras, em Faro.

O festival investe também na criação de espaços de interação entre os artistas, comunidade e público, desafiando os primeiros a realizar projectos que convoquem a participação da população e de grupos associativos locais.

Nesse sentido, o compositor, produtor e criador cénico Jonathan Uliel Saldanha desenvolve o seu concerto-performance “Plethora” – uma construção sonora e cénica para um conjunto de vozes e espaço acústico – e integra a participação de 70 pessoas da comunidade local. De 20 a 27 de outubro, convocam-se homens e mulheres com idades compreendidas entre os 12 e os 60 anos, com ou sem experiência no trabalho de voz, de origem amadora ou profissional a participar no processo de pesquisa vocal e cénica*. O resultado poderá ser visto no Parque de Estacionamento do Mercado Municipal de Faro .

Já o duo de rock experimental dos dos multi-instrumentistas Eduard Pou e Pau Rodríguez, os conceituados ZA!, realiza um workshop dirigido a 15 músicos (profissionais ou amadores) e estudantes de música a partir dos 13 anos cujo resultado será mostrado no palco do Clube Artístico Lacobrigense. O workshop terá lugar de 17 a 19 de outubro no mesmo local, das 18 às 21 horas.*

Verão Azul – Festival de Artes Performativas conta com direcção artística de Ana Borralho & João Galante e realiza-se de 17 a 28 de outubro, em vários locais das cidades de Lagos e Faro.

É uma produção da casaBranca e conta com a Câmara Municipal de Lagos e o LAC – Laboratório de Actividades Criativas como parceiros estratégicos, e com o Teatro das Figuras, como co-produtor da programação de Faro. Integra o Programa «365 Algarve» promovido pelas secretarias de Estado da Cultura e do Turismo.

Toda a programação disponível aqui.

*Inscrições nos workshops: [email protected] / tel. 96 357 92 89

Sobre o VERÃO AZUL – Festival de Artes Performativas
Iniciado em 2010, o festival já passou por Lagos, Loulé, Faro e Portimão com o objectivo de edificar um trabalho de sensibilização da comunidade, instituições e públicos do Algarve para as artes performativas contemporâneas, numa clara expressão de afirmação de políticas para o território que compreendem uma relação entre algumas áreas fundamentais: arte, cultura, educação e sociedade.
Em 7 edições, já recebeu nomes como Benjamin Clementine, Vítor Rua, Capicua, Lula Pena, Allen Halloween, Chulage, Sofia Dias e Vítor Roriz, Rui Catalão, Miguel Pereira, Tó Trips, Teatro do Ferro, John Romão, Miguel Moreira/Útero, Black Bombaim, Rodrigo Amado, Marlene Monteiro Freitas, Bruno Pernadas, Von Calhau, Pedro Augusto, Ricardo Jacinto, Margarida Mestre, Antonio Pedro, Gustavo Ciríaco, Luísa Cunha, André Príncipe, Patrícia Almeida, entre muitos outros.

Sobre a casaBranca – Associação Cultural
A casaBranca é uma estrutura de criação e difusão artística sedeada em Lagos Portugal. Tem como membros fundadores a dupla de artistas Ana Borralho & João Galante e Mónica Samões. Apresenta-se como um espaço de acção cultural interdisciplinar que promove a investigação e a difusão da arte contemporânea através da produção de objectos artísticos e da criação de uma programação sustentável, procurando descentralizar a oferta cultural dos pólos nacionais, sendo também um veículo na transição e cruzamentos de públicos entre as diferentes cidades onde actua. À parte da realização de um extenso programa de criação, pedagogia e formação é, desde 2010, a responsável pela realização do Festival de Artes Performativas Festival Verão Azul.

Categorias
Cultura


Relacionado com: